Aluna da Casa da Cultura de Joinville é premiada nacionalmente

- PUBLICIDADE -

A artista mirim joinvilense Renata dos Santos, conhecida como Renatinha, ganhou no sábado (27/8) o troféu “Microfone de Ouro” no quadro Shadow Brasil Jovens Talentos, do programa Raul Gil, transmitido pelo SBT. A menina é aluna da Escola de Música Villa-Lobos da Casa da Cultura. A premiação é dada a todo participante que segue na competição por mais de 15 semanas seguidas, essa é a 16ª apresentação da pequena.

Renatinha, que completou 11 anos há uma semana, estreou no programa em maio, e desde lá participa da atração todo sábado, competindo sempre com outras três candidatas. A cada semana as crianças mostram seus talentos artísticos a três jurados e eles atribuem uma nota de 0 a 10 para a apresentação. Os melhores colocados seguem na competição.

Antes de serem reveladas as pontuações, Raul Gil oferece prêmio em dinheiro para os candidatos desistirem de voltar ao palco na semana seguinte, caso sejam classificados. Neste sábado, o apresentador chegou a oferecer R$26 mil para Renatinha, mas a artista mirim não aceitou.

No palco, ela apresentou a música Negro Gato (Getúlio Côrtes), eternizada na voz de Roberto Carlos. A artista interpretou a canção de maneira singular e ainda fez acompanhamento no trompete, os arranjos foram idealizados pelo professor de linguagem musical da Casa da Cultura, Jacson Araujo. A performance rendeu elogios dos jurados, entre eles a cantora Tânia Mara.

“Acho você única, exclusiva, já com identidade. A Renatinha será um dos grandes nomes da música popular brasileira”, comentou a artista. A apresentação rendeu nota dez de todos os jurados, totalizando 30 pontos e encaminhando Renatinha para a competição na semana seguinte.

A mãe da artista, Priscila dos Santos, celebra a conquista e afirma que é difícil uma criança permanecer por tanto tempo na competição. “Ela segue no programa, mas mais tranquila porque recebeu o troféu que tanto queria. A primeira joinvilense a ganhar essa premiação. Agora, o que vier é lucro. Mesmo assim ela não perde a vontade de estar no palco e fazer o melhor”, afirma a mãe.

História e talento

Ainda pequena, Renatinha se familiarizou com o universo musical ao acompanhar a irmã que fazia aula de flauta doce, na Casa da Cultura. Aos seis anos, a menina ingressou no curso de Musicalização na Casa. Mais tarde, optou por estudar trompete, inspirada pela vivência artística no local e afinidade com o professor Ronny Bueno, docente no espaço de educação artístico cultural.

Atualmente, além de frequentar as aulas na Casa da Cultura, a cantora também é aluna do Musicarium Academia Filarmônica Brasileira, com aulas de linguagem musical, instrumento e coral.

Fonte: Prefeitura de Joinville