Saúde de Camboriú disponibiliza bolsas de ostomia

- PUBLICIDADE -

Pacientes que necessitarem podem solicitar na sede da Secretaria de Saúde, munidos de laudo médico da cirurgia, documento de identificação e comprovante de residência

A Secretaria de Saúde de Camboriú informa que disponibiliza aos pacientes ostomizados, que passaram por cirurgias de ostomias de eliminação como colostomias, ileostomias e urostomias. O serviço é gratuito e para retirar a bolsa é necessário formalizar a solicitação na sede Secretaria de Saúde, localizada na Rua Porto Alegre, nº 698. O paciente deve estar munido de laudo médico da cirurgia, documento de identificação e comprovante de residência, que devem ser entregues diretamente ao enfermeiro e coordenador da Estratégia Saúde da Família (ESF), Leonardo Costa Peixoto. Para mais informações, basta entrar em contato no número (47) 3365 9450, por telefone ou enviar uma mensagem de WhatsApp.

“Um paciente que passa por uma cirurgia mais delicada como essa precisará de uma atenção especial e nossas equipes estão à disposição para orientar e esclarecer as dúvidas que possam surgir”, enfatiza o enfermeiro.

Entenda o que é ostomia, aplicação das bolsas e os cuidados com a higiene

Considerado como deficiência desde 2004, a ostomia é resultado de uma intervenção cirúrgica que cria um caminho alternativo, por meio de uma abertura no abdômen, para a saída de fezes ou urina, assim garante o funcionamento do organismo.
O paciente que realiza uma cirurgia mais delicada precisa de uma atenção especial, por isso, em casos de pacientes com urostomias, que pode haver evasão da urina na bolsa de urostomia, que é onde a ligação é feita diretamente pelos rins, por meio dos ureteres. A ileostomia também serve para a dispersão da urina, mas é diferente da urostomia, pois a bolsa é ligada ao intestino delgado. Já a bolsa de colostomia serve para a dispersão das fezes e sua ligação é feita pelo intestino grosso
Os aparelhos são bem fáceis para sua aplicação e para o descarte, além das instruções contidas nas embalagens, os profissionais de saúde podem orientar o paciente em dúvidas que possam surgir durante seu uso. A manutenção do uso das bolsas passa pela higiene dos pacientes, tanto durante o uso, como também ao descartá-las.

Fonte: Prefeitura de Camboriú – SC