Prefeitura de Joinville entrega Ordem de Serviço para construção da nova sede do NAIPE

- PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Joinville entregou, nesta sexta-feira (26/8), a Ordem de Serviço para início da construção da nova sede do Núcleo de Atenção Integral à Pessoa com Deficiência Intelectual e Transtorno do Espectro do Autismo (NAIPE DI/TEA).

“Com essa obra, a gente consegue expandir o atendimento, ter mais salas e tudo integrado à natureza. A escolha desse terreno foi justamente para integramos o Naipe junto à sociedade”, explica o prefeito de Joinville, Adriano Silva.

O novo prédio ficará localizado na rua Hermann August Lepper e vai ocupar o espaço da antiga Secretaria de Habitação. A unidade está projetada com 23 consultórios para diferentes especialidades médicas, além de odontologia, enfermagem, nutrição, fisioterapia fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia e assistência social.

A estrutura, totalmente acessível, contará com sala para integração sensorial, psicomotricidade, atividade de vida diária, salas para oficinas e reuniões e espaços de espera para os familiares com copa exclusiva e áreas administrativas.

Na área externa, será construído um playground com equipamento acessível, horta, jardim sensorial e quadra, além da Vila da Saúde com pista de caminhada, ciclofaixa, fonte interativa, academias e quiosque, visando promover saúde por meio de atividades físicas e de lazer.

O investimento total será de R$ 6.606.985,04, com recursos do município e oriundos de emendas parlamentares. A empresa vencedora da licitação e responsável pela obra é a LL Soluções e Serviços EIRELI.

NAIPE realiza 2 mil atendimentos mensalmente

Há 20 anos criado e mantido pela Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria da Saúde, o NAIPE DI/TEA é um serviço exclusivo do município de Joinville e referência em atendimento a crianças com deficiência intelectual e autismo.

Atualmente, realiza cerca de dois mil atendimentos mensais, possui 672 usuários admitidos e conta com equipe multidisciplinar formada por cerca de 40 profissionais, que inclui médicos de diferentes especialidades, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, psicólogo, assistente social, nutricionista, enfermeiros e área administrativa.

Para o secretário da Saúde, Andrei Kolaceke, além de mais espaço e condições físicas para os colaboradores, a nova sede vai melhorar a qualidade e a oferta dos serviços prestados à comunidade.

“O NAIPE é uma política pública própria do município de Joinville e que mostra cada vez mais a sua importância e crescimento. Além de um espaço de terapia e cura, a nova sede será uma área de promoção à saúde, integrada à área do Mirante e aberta à população”, declarou Kolaceke.

“É um trabalho genuíno, uma iniciativa pioneira no Brasil e que deveria servir de inspiração para outros municípios. Mais do que um centro terapêutico, teremos um centro de inclusão social no qual as pessoas poderão conviver, trocar experiências, conhecer e crescer umas com as outras. Porque aprendemos com as diferenças”, comentou Juliane Koerber Reis, psicóloga do Naipe.

Fonte: Prefeitura de Joinville