Workshop realiza capacitação de profissionais que atendem mulheres em situação de violência doméstica

- PUBLICIDADE -

Evento realizado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Camboriú, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), aconteceu na Câmara de Vereadores de Camboriú

Evento realizado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Camboriú, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), aconteceu na Câmara de Vereadores de Camboriú

Em alusão ao Agosto Lilás e visando contribuir com o debate sobre violência doméstica, na tarde de quarta-feira, dia 24, a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Camboriú, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), realizou um workshop de capacitação para profissionais da rede municipal de atendimento a mulheres em situação de violência doméstica. O evento, que contou com a parceria da OAB Por Elas, aconteceu na Câmara de Vereadores. Os participantes puderam apreciar a exposição de arte da artista plástica Mirian Arceno, assistir a apresentações culturais e a um vídeo relato de mulheres em situação violência doméstica, apresentação de vários profissionais que atuam diretamente na área, além de uma palestra com a psicóloga da Escola de Gestão Pública Municipal (EGEM), Iramaia Ranai Gallerani.

“Nosso principal objetivo é fazer com que haja o debate sobre o tema violência doméstica, de modo a despertar o interesse das pessoas sobre aa temática. Hoje, podemos dizer que Camboriú evoluiu muito sobre o assunto, pois buscamos constantemente fortalecer os projetos que visam contribuir para o rompimento e superação do ciclo de violência das mulheres, mas principalmente contribuir para a valorização do espaço da mulher no mercado de trabalho”, ressalta o secretário Edson Godinho Mafra Junior.

O Projeto Despertar da Mulher, realizado pelo CREAS I, no bairro Santa Regina, completou um ano de funcionamento e nesse período atendeu 137 mulheres, inserindo 89 mulheres no projeto. O projeto conta com a parceria ainda do Instituto Federal Catarinense (IFC), do Centro Adão da Rosa, CRAS, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher- CMDM, Fundação Cultural, Delegacia de Polícia Civil, Polícia Militar, Projeto Arte que Previne da artista plástica Mirian Arceno, OAB Por Elas Camboriú, Escola de Profissões S Mart, Joedu Presentes, Salão Karina Passos, Escola de Panificação e Confeitaria.

Fonte: Prefeitura de Camboriú – SC