Escola Básica Gaspar da Costa Moraes promove Feira de Matemática

- PUBLICIDADE -

A Escola Básica Gaspar da Costa Moraes, do bairro Fazenda, realizou nesta terça-feira (23), a 17ª Feira de Matemática. O evento reuniu 26 trabalhos, que foram expostos e apresentados ao público externo ao longo de todo o dia. Unidades de ensino e familiares dos alunos aproveitaram para conhecer os trabalhos de perto e todos os alunos receberam certificado de participação.. Os pais do estudante Mateus Ibusuki, do 9º ano visitaram alguns estandes e também pararam para assistir à apresentação do filho, que fez uma pesquisa aliando a matemática ao time do coração.  

“A gente fez uma apresentação sobre o Corinthians, apresentando a porcentagem de aproveitamento de alguns jogadores, quando a gente fez cálculos usando o número de jogos x número de gols, então é muito divertido aprender desta forma”, ressaltou o estudante.

“Muito interessante essa feira porque realmente incentiva os alunos a pesquisarem nas áreas que mais gostam e isso motiva todo o trabalho. O Mateus ficou muito empolgado com essa pesquisa e é muito gratificante para nós, pais, vermos a desenvoltura dele na apresentação”, enfatizou a mãe do estudante, Aline Ibusuki.

“Com certeza dá muito orgulho para a gente, porque podemos acompanhar um pouco do que eles desenvolvem em sala de aula. Essas camisas que vieram para exposição, são todas do Mateus de quando ele era pequeno”, complementou o pai, André Ibusuki.

A feira também apresentou trabalhos sobre diabetes, índices de depressão, moda, desenhos, redes sociais e jogos, em um grande intercâmbio de experiências pedagógicas, que contribuem para inovação de tecnologias, além de ajudar na divulgação e popularização dos conhecimentos matemáticos, socializando os resultados das pesquisas nesta área.

“Os trabalhos que chegaram até a feira são resultado das classificações realizadas em sala de aula. Ao longo do 1º bimestre, todos os alunos desenvolveram pesquisas e apresentações e cada turma selecionou um trabalho para vir para a feira. Todo esse processo envolveu os nossos mais de 800 estudantes”, ressaltou o diretor-adjunto da escola, Paulo Sérgio Lesnieski.

“É muito legal participar da feira, porque a gente aprende coisas novas todos os anos. Neste ano a gente trouxe o jogo de baralho da multiplicação. Dois jogadores são posicionados um em frente ao outro, com uma carta na testa. A gente apresenta o valor da multiplicação das duas cartas e eles têm que adivinhar quais os números que levaram ao resultado”, explicou  a estudante Eulália Maria Delfino Lemos, do 5º ano.

“Essa é a nossa primeira vez na feira e trouxemos a matemática na Netflix, com dados sobre faturamento, porcentagem de assinantes, quantidade de conteúdos disponibilizados. É muito mais divertido aprender desta forma. Estou gostando muito”, finalizou a aluna do 8º ano, Mariana Zaions Garcia.

Fonte: Prefeitura de Itajaí