Chuva em Florianópolis: atualização das 17h10 de 10 de agosto

- PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Florianópolis atualiza a população sobre a situação na cidade por conta das fortes chuvas e ventos registrados na Capital desde a noite desta terça-feira (9) e durante o dia de hoje. 
 
Os ventos acima dos 100/km por hora não se confirmaram. Porém, até meia-noite, segue a previsão de chuva, vento e maré em quantidade suficiente para causar pequenos danos. Nas últimas 24h houve o registro de cerca de 50 ocorrências na cidade. Entre as ligações atendidas pelo 199 da Defesa Civil, relatos de alagamentos, quedas de postes, deslizamentos de terra e quedas de árvores.
 
Os meteorologistas preveem para amanhã um dia de sol, frio e sem chuva. Nesta quinta-feira, os hidrojatos e as equipes de manutenção da Prefeitura de Florianópolis seguem nas ruas para a limpeza das vias públicas. A equipe da Assistência Social também segue atenta para qualquer necessidade de acolhimento. Não há registro de desabrigados até o momento.
A Defesa Civil pede a atenção de todos, especialmente das pessoas que vivem em áreas sujeitas à elevação rápida da água e em terrenos inclinados.
 
INFRAESTRUTURA
 
A Secretaria de Infraestrutura está desde cedo com caminhões hidrojatos no Norte (nos Ingleses, Canasvieiras e Vargem), Leste (no Rio Vermelho) e Sul da Ilha (no Rio Tavares, Campeche e Tapera) buscando amenizar a situação dos alagamentos provocados pelas fortes chuvas. O trabalho tem sido feito com a orientação da Defesa Civil. Assim que o tempo melhorar, as intendências locais vão efetuar trabalho mais intensivo de limpeza e recuperação das vias públicas que se fizerem necessárias, em ordem de prioridade. Mas alguns serviços do tipo também já estão sendo realizados. Exemplos são os tapa-buracos feitos na SC-406 e a retirada de cerca metálica derrubada sobre a calçada da Rua Nossa Senhora do Amparo, ambos nos Ingleses; a limpeza de bueiro na Rua Desembargador Maurílio Coimbra, em Canasvieiras, e as retiradas de galhos de árvores caídos na SC-401, na entrada da Rua dos Velhacos, em Santo Antônio de Lisboa, e no Canto dos Araçás, na Lagoa da Conceição.
 
PARQUES E ÁRVORES
 
Como medida preventiva, todos os parques municipais foram fechados temporariamente para a visitação do público. A presença de fortes rajadas de vento oferece risco nesses locais pela grande quantidade de árvores. De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente, foram 20 ocorrências de quedas de árvores registradas e nenhuma vítima. Equipes responsáveis pelas podas circularam pelas ruas para retirar a vegetação e desobstruir as vias públicas. A coleta de resíduos sólidos está sendo feita normalmente em toda cidade.
  
SAÚDE 
 
A Secretaria de Saúde atualizou a situação dos CSs da Capital e ressalta que as policlínicas e UPAs estão atendendo normalmente ao longo do dia. Confira:
 
Caieira da Barra do Sul – Fechado (equipe atendendo no CS Ribeirão da Ilha);
Morro das Pedras – Sem energia (aberto, com atendimento de urgência, entrega de documentos e orientação);
Alto Ribeirão – Energia oscilando (serviços mantidos);
Costa da Lagoa – Fechado (barcos não estão funcionando);
Lagoa da Conceição – Sem energia (aberto, com atendimento de urgência, entrega de documentos e orientação);
Tapera – Sem energia (aberto, com atendimento de urgência, entrega de documentos e orientação)
Pântano do Sul – Apenas a sala de vacinação está fechada;
Vargem Grande – Sem energia (aberto, com atendimento de urgência, entrega de documentos e orientação);
Mont Serrat – Sem energia (atendimento de urgência e emergência mantidos).
 
MUTIRÃO DE CASTRAÇÃO DA DIBEA
 
A Dibea informa que o Mutirão de Castração foi transferido para o dia 5 de setembro, no mesmo local, na Praça Big, na Rua José Machado Simas (Monte Cristo, Chico Mendes e Coloninha).
 
EDUCAÇÃO
 
A Secretaria Municipal de Educação informa que suspendeu as aulas em 13 unidades educativas da Capital nesta quarta-feira.
 
ESCOLAS FECHADAS
 
1. EBM Costa da Lagoa – Motivo: cooperbarco não está operando;
2. EBM Costa de Dentro – Motivo: sem energia elétrica;
3. EBM Batista Pereira – Motivo: infiltrações de cobertura;
4. EBM Paulo Fontes – Motivo: infiltrações de cobertura;
5. EBM José Jacinto Cardoso – Motivo: dificuldade de acesso;
6. EBM Osvaldo Machado – Motivo: sem energia elétrica;
7. EBM Jurerê – Motivo: dificuldade de acesso.
 
CRECHES FECHADAS
 
1. NEIM Anna Spyrios Dimatos – Motivo: segurança;
2. NEIM Caieira da Barra do Sul (à tarde) – Motivo: dificuldade de acesso;
3. NEIM Tapera (à tarde) – Motivo: segurança;
4. NEIM Clair Gruber Souza – Motivo: dificuldade de acesso;
5. NEIM Sueli Gadotti – Motivo: dificuldade de acesso;
6. NEIM Morro do Mocotó – Motivo: infiltrações de cobertura.
 
TRANSPORTE COLETIVO
 
Algumas linhas do transporte coletivo da Capital seguem operando com desvios pontuais por conta de quedas de árvores e maré alta. Os itinerários estão sendo normalizados a partir da liberação das vias públicas. As principais alterações acontecem na rodovia SC-405, nas três faixas do Rio Tavares, onde todas as linhas estão operando com desvio, passando pelo Acesso Novo. 
 
DOAÇÕES
 
A Fundação Somar Floripa segue arrecadando cobertores e outros objetos para auxiliar as pessoas em vulnerabilidade social. As doações podem ser entregues na sede da Fundação em Santo Antônio de Lisboa, de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, na Rua Padre Lourenço R. de Andrade, nº 180. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Somar via WhatsApp: (48) 98441-0217.
 

Fonte: Prefeitura de Florianópolis