Prefeitura de Joinville monta Gabinete de Crise Emergencial devido à chuva das últimas horas

- PUBLICIDADE -

O Prefeito de Joinville Adriano Silva instalou o Gabinete de Crise Emergencial na manhã desta quarta-feira (10/8) para monitorar e acompanhar as ocorrências relacionadas à passagem de um ciclone extratropical.

O grupo que é composto por representantes da Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública, Detrans, Comunicação, Assistência Social, Saúde, Educação e Infraestrutura Urbana organiza as ações que devem ser tomadas para atender a população.

Já no início da manhã, o prefeito acionou também representantes de entidades voluntárias que atuam quando há situação de alagamento. Integram o Gabinete a Polícia Militar, o 62º Batalhão de Infantaria e os Bombeiros Voluntários de Joinville.

Até às 11h30 desta manhã, cerca de 40 ocorrências haviam sido registradas pela Defesa Civil. Os moradores relatam risco de deslizamento e pontos de alagamento em várias regiões da cidade.

Durante o dia ainda há previsão de mais chuva. O acumulado durante a tarde deve variar entre 50 e 70 milímetros. Além disso, o pico de maré alta está previsto para às 14h, com 1,9 metro.

“Nós estamos acompanhando a situação e os mapas mostram que o ciclone está atuando na na nossa região. O vento pode variar entre 50 e 60 km/h. Com o pico de maré previsto para o início da tarde, a situação pode ficar ainda mais complicada. Por isso, a orientação é que os moradores acionem a Defesa Civil, pelo 199, ou os Bombeiros Voluntários, pelo 193, caso precisem de ajuda”, explica o prefeito.

Atendimento nas Unidades Básicas de Saúde da Família

As Unidades Básicas de Saúde da Família do Jativoca, Jardim Paraíso I e II, Jardim Paraíso III, Laboratório Municipal e Unidade de Atendimento Especializado vão suspender o atendimento durante a tarde desta quarta-feira. Já o atendimento na UBSF Morro do Amaral será transferido para a UBSF Jardim Edilene hoje.

Transporte coletivo

O transporte coletivo urbano de Joinville também está sendo afetado pelas fortes chuvas desta quarta-feira. As chuvas provocaram alagamentos em terminais e em vias que impedem o cumprimento integral de rotas e horários dos ônibus nesta quarta (10/08). Por volta das 11h30, cerca de 90% das linhas não estavam operando.

Aulas

As aulas na Rede Municipal de Ensino, incluindo Escolas Municipais e Centros de Educação Infantil foram suspensas na parte da tarde desta quarta-feira (10).

Orientações

O principal alerta é para as pessoas que moram em locais próximos de morro já que o solo está encharcado.

“Elas devem prestar atenção na movimentação de terra, ou de árvores e postes, pois isso indica risco de deslizamento. A nossa orientação também é para as pessoas que não precisam transitar, que evitem de fazer esse deslocamento, principalmente em áreas que sofrem com alagamento e influência de maré”, conclui Maiko Richter, gerente da Defesa Civil de Joinville.

A Defesa Civil orienta que a população não trafegue em locais alagados e que tenha atenção redobrada com crianças próximas a rios, ribeirões e pontes.

Fonte: Prefeitura de Joinville