Biblioteca Municipal Machado de Assis recebe o projeto cultural

- PUBLICIDADE -

No dia 20 de agosto, o projeto cultural “Composteira” promoverá ações que unem arte, dança e sustentabilidade na Biblioteca Municipal Machado de Assis, em Balneário Camboriú. A programação é toda gratuita e começa às 13h. Haverá oficinas sobre compostagem e movimento, exibição de um doc-performance e exposições sobre o processo criativo do projeto, que explora a relação entre dança e questões ambientais.

Iniciativa do coletivo Núcleo Corpóreo, o projeto foi selecionado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura e é executado com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina.

As ações iniciam com a oficina de Compostagem, que abordará o que é a compostagem e como ela pode ser feita. A atividade é destinado à comunidade em geral, incluindo adultos e crianças. Às 15h, ocorrerá a oficina de Movimento. O encontro tem como público-alvo dançarinos e artistas, bem como a população interessada no tema. Serão abordados conteúdos como: experimentação em dança, corpo e movimento com sobreposições de linguagens artísticas contemporâneas, jogos de corpo e movimento, composição coreográfica, entre outros. As inscrições para as oficinas são gratuitas e limitadas. Para se inscrever, é necessário acessar o link na Bio do Instagram @nucleocorporeo.

Após as oficinas, às 17h, haverá a exibição de um doc-performance. O audiovisual registra as experimentações corporais e os aprendizados sobre agroecologia vivenciados ao longo do projeto. A classificação para assistir ao documentário é 16 anos. Na sequência, os artistas envolvidos no trabalho participam de um bate-papo com o público.

Projeto une arte e ecologia

O projeto cultural “Composteira” começou com uma residência artística e ecológica no Sítio Aimotuá, localizado em Anitápolis, na Serra Geral Catarinense, com artistas Fernando Dalla Nora, Caroline Calcaterra e Gabriel(za) Engster, do coletivo catarinense Núcleo Corpóreo. O trio esteve no local para aprender sobre agroecologia e agrofloresta e também explorar espaços de natureza para estudos corporais, que foram documentados por meio de registros fotográficos e audiovisuais e fazem parte do doc-performance. O objetivo da ação era investigar o movimento da decomposição (transformação) da matéria orgânica sob uma ótica performática, bem como os movimentos (comportamento) do corpo humano como condutor das ações que amenizam os impactos ambientais causados pela humanidade.

Confira a Programação:
13h – Oficina de Compostagem
15h – Oficina de Movimento
17h – Exibição do doc-performance e bate-papo

____________________

Fundação Cultural de Balneário Camboriú
(47) 3267-7011

Diretoria de Comunicação
Estagiária em Jornalismo: Maria Candida Costa
Foto:Divulgação
(47) 3267-7022

    www.instagram.com/prefeituradebc     

Fonte: Prefeitura de Balneário Camboriú