21 C
Balneário Camboriú
InícioSua RegiãoBlumenauLivro resgata a vida do escritor húngaro Sándor Lénárd

Livro resgata a vida do escritor húngaro Sándor Lénárd

O escritor de origem húngara radicado no Vale do Itajaí, Sándor Lénárd, é tema do livro que será lançado sexta-feira, dia 22 de julho, às 19h30, no Auditório Carlos Jardim, localizado no segundo andar da Secretaria Municipal de Cultura e Relações Institucionais (SMC). O ensaio biográfico elaborado pelo historiador Fernando Boppré faz parte da coleção Biografemas, da Editora Humana. O evento contará com noite de autógrafos e conversa com autor, que fará uma palestra sobre o personagem e as pesquisas que desencadearam na publicação.

O livro “Sándor Lénárd no fim do mundo” integra a coleção que tem outros três títulos publicados pela Editora Humana: “Dalme Marie: escultora”, de Daiana Schvartz; “Vicente Morelatto: histórias de um autor e seu livro”, de Fernando Vojniak”; e “Dario Vellozo: em busca do templo perdido”, de Caio Ricardo Bona Moreira. A editora possui ainda dois outros títulos publicados: “Lindolf Bell: crítica de arte em Santa Catarina”, de Daiana Schvartz, e “Félix”, de Ricardo Machado.

Sándor Lénárd (1910-1972), biografado pelo historiador Fernando Boppré, foi escritor, tradutor e médico nascido em Budapeste, na Hungria um pouco antes da Primeira Guerra Mundial. De ascendência judaica, teve a vida assinalada pelo trauma das guerras, refugiando-se no Brasil nas duas últimas décadas de sua vida. Foi em Dona Emma, no Alto Vale do Itajaí, onde escreveu “O vale do fim do mundo”, publicado postumamente pela Cosac Naify. Lénárd frequentou a cidade de Blumenau entre os anos de 1956 e 1972 já que sua esposa, Andrietta, residia na cidade.

Sobre o livro

A obra desvenda a pouco conhecida história de um dos maiores nomes da literatura húngara que se refugiou no Brasil após a perseguição nazista, passando a viver como médico, agricultor e escritor em um pequeno povoado no Vale do Itajaí. Em 1952, Sándor Lénárd chegou ao país após meio século de exílios que incluíram Viena e Roma.

De origem judaica, nasceu em Budapeste em 1910 e escreveu que o início da Primeira Guerra Mundial assinalou o último dia feliz que a humanidade viveu antes do “horror monstruoso se apoderar de nós”. Foi em Dona Emma que Lénárd construiu sua “casa invisível” onde viveu as últimas duas décadas de sua vida em um intenso ritmo de produção literária, artística e musical.

Seus principais livros e traduções foram produzidos na cidade que figura como protagonista de “O vale do fim do mundo”, publicado postumamente pela editora Cosac Naify, em 2013. Com traços autobiográficos, a história e os costumes da região são contados com humor satírico, sendo hoje um registro histórico sobre a vida no Vale do Itajaí em meados do século 1920.

Latinista e estudioso da Antiguidade, traduziu do inglês para o latim a história infantil do Ursinho Pooh, de A. A. Milne, livro que se tornou best-seller do The New York Times na década de 1960. No ato da escrita, Lénárd não se oculta na terceira pessoa do singular, escreve a partir do eu e acaba construindo um autorretrato sobre o mapa de Dona Emma.

Serviço

Livro: “Sándor Lénárd no fim do mundo”, de Fernando Boppré

O quê: Noite de autógrafos e palestra com o autor

Onde: Auditório Carlos Jardim (Secretaria Municipal de Cultura, Rua XV de Novembro, 161 – Centro

Quando: 22 de julho, sexta-feira, às 19h30

Quanto: entrada franca, o livro custa R$ 30

Contato com Fernando Boppré: Editora Humana (48) 9-9164-4879

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

postada em 18/07/2022 16:44 – 6 visualizações

Fotos

Fonte: Prefeitura de Blumenau SC

Comente com o Facebook
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99805.5030
- Advertisment -

Mais Lidas

Enviar mensagem
Envie FOTOS, VÌDEOS, ÁUDIOS, DENÚNCIAS ou sugestões de pauta para a equipe da redação!