20 C
Balneário Camboriú
InícioSanta CatarinaEpagri apresenta estimativas da safra de inverno em SC, com expectativa de...

Epagri apresenta estimativas da safra de inverno em SC, com expectativa de aumento de produção de cebola e trigo

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News Foto: Aires Mariga/Epagri

A Epagri apresentou na tarde desta quinta-feira, 30, as estimativas para a safra de inverno 2022/23 em Santa Catarina. A expectativa dos analistas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) é de crescimento de 25% na safra de trigo na comparação com o ciclo anterior, manutenção do Estado como líder nacional na produção de cebola e queda na produção de alho. A divulgação foi feita no canal de capacitações da Epagri.

Hortaliças 

cebola segue sendo o grande destaque da safra de inverno em Santa Catarina, já que o Estado deve se manter como o maior produtor da hortaliça no país. Segundo o analista de socioeconomia da Epagri/Cepa, Jurandi Teodoro Gugel, se o clima colaborar, Santa Catarina tem potencial de produzir 523 mil toneladas na safra 2022/23, volume 5,46% maior do que na safra passada, quando foram produzidas 496 mil toneladas da hortaliça.

O incremento de produção está ligado principalmente ao aumento esperado de 4,94% na produtividade da cebola catarinense. Se na safra passada o Estado produziu 28.396kg/ha, neste ciclo deve produzir 29.798kg/ha. A área plantada tem pequena elevação, de 17, 5 mil hectares para 17,6 mil hectares, um aumento de 0,57%.

“Os bons resultados da última safra possibilitaram a manutenção do investimento na cultura, apesar da elevação nos custos de produção”, relata Jurandi. Ele ressalta ainda que muitas propriedades catarinenses estão estruturadas para a produção de cebola, portanto, há uma estabilidade que se consolida a cada ano no Estado.

A região de Ituporanga é a maior produtora de cebola no Estado, respondendo por 46,7% do total. Em seguida aparece a região do Tabuleiro, com 18,12%. Na região de Joaçaba são produzidas 10,44% de todas as cebolas do Estado, enquanto a região de Rio do Sul produz 8,8% do total catarinense.

O alho é outra cultura importante em Santa Catarina, que tem se firmado como terceiro maior produtor do país. Para se manter nessa posição, o Estado precisa implementar um plano de apoio à cadeia produtiva, analisa Jurandi. Ele lembra que, economicamente, a cultura é viável no território catarinense, porém o desempenho produtivo deve ser incrementado com as tecnologias já existentes e ao alcance dos produtores, especialmente os familiares

A necessidade de apoio fica clara nos números. A estimativa da Epagri/Cepa aponta que a safra 2022/23 de alho em Santa Catarina deve ser de 15.866t, uma queda de 17,06% na comparação com a safra passada, quando foram produzidas 19.130t.

Um dos principais fatores a impulsionar essa queda é a redução de 18,67% na área plantada. Na safra 2021/22 Santa Catarina plantou 1.810ha com alho e neste ciclo deve plantar 1.472ha. “Esta situação é reflexo do resultado do aumento dos custos de produção e do menor retorno econômico que os produtores obtiveram na safra passada”, pontua o analista da Epagri/Cepa. A produtividade do alho catarinense deve crescer 1,99%, saltando de 10.569kg/ha em 2021/22 para 10.779kg/ha na safra 2022/23.

Jurandi destaca que Santa Catarina é o berço nacional do alho. Ele lembra ainda que a tendência é o Brasil se tornar autossuficiente na produção nos próximos anos, reduzindo ou até eliminando a necessidade de importação da hortaliça.

Cereais

trigo é o grande destaque na produção de cereais de inverno em Santa Catarina. Segundo João Rogério Alves, analista de socioeconomia da Epagri/Cepa, a próxima safra catarinense do grão deve ser 25,6% maior do que o ciclo 2021/22, se as condições climáticas forem adequadas ao cultivo.

Neste cenário, o Estado deve colher 436.906t de trigo, com uma produtividade de 3.503Kg/ha. A área plantada deve crescer 21,4%, saltando de 102,7 mil hectares para 124,7 mil hectares, se apresentado como o principal elemento para crescimento da colheita.

Chapecó deve se firmar como a principal região produtora, respondendo por 19,57% do total estadual. Em seguida aparece Canoinhas, que vai produzir 19,32% do trigo catarinense, e Curitibanos, com 18,98%. A região de Xanxerê é a quarta maior produtora do Estado, com 14,66% do total.

A safra 2022/23 de aveia em Santa Catarina será de 57.478t, 0,82% maior que o ciclo anterior. Esse pequeno crescimento se dá apesar da redução de 3,26% na área plantada, que caiu de 39,9 mil hectares na safra 2021/22 para 38,6 mil hectares na safra que inicia. A aumento esperado de 4,34% na produtividade deve impulsionar a safra, num cenário climático ideal para a cultura agrícola.

Santa Catarina deve colher 2.569t de cevada na safra 2022/23, volume 9,46% maior do que no período anterior. O aumento de 12,1% na área plantada justifica essa elevação. No ciclo agrícola 2021/22 o Estado contabilizou 620ha cultivados com o cereal e a expectativa para esta safra é de 695ha. A produtividade deve reduzir 2,32%, caindo de 3.785kg/ha para 3.697kg/ha entre um ciclo e outro.

O analista da Epagri/Cepa avalia que a safra 2022/23 de cerais de inverno se inicia em meio a um cenário de incertezas, já que problemas no abastecimento de fertilizantes geraram significativos aumentos de preço, elevando os custos de produção. Por outro lado, o cenário internacional de menor oferta, causado pela invasão da Ucrânia pela Rússia e pelas condições climáticas adversas nos Estados Unidos, traz expectativa de bons preços na comercialização da nova safra de trigo.

Os técnicos da Epagri/Cepa ressaltam que todas as estimativas apresentadas são iniciais e os números podem sofrer alterações ao longo da safra em decorrência de fatores climáticos e outras variáveis. As informações para estimativa inicial são obtidas junto à rede de informantes da Epagri/Cepa entre abril e maio e atualizadas mensalmente até o final da safra.

Informações e entrevistas
Cebola e alho: Jurandi Teodoro Gugel (48) 96955139
Trigo, aveia e cevada: João Rogério Alves (48) 36655075

Mais informações para a imprensa:
Gisele Dias
Assessoria de imprensa 
Epagri
Fone: (48) 3665-5147 / 99989-2992
E-mail: [email protected]
Site: www.epagri.sc.gov.br

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99805.5030
- Advertisment -

Mais Lidas

Enviar mensagem
Envie FOTOS, VÌDEOS, ÁUDIOS, DENÚNCIAS ou sugestões de pauta para a equipe da redação!