Projeto de Caropreso voltado à pessoa com fissura labiopalatina é aprovado em comissão


A Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa aprovou, na quarta-feira (22), o projeto de lei 428/2021, que estende às pessoas com fissura labiopalatina e anomalias craniofaciais os direitos e benefícios sociais previstos em lei às pessoas com deficiência física, mental, intelectual ou sensorial.  Antes de ir a Plenário, a matéria será analisada também pela Comissão de Defesa dos Direito da Pessoa com Deficiência.

A fissura labiopalatina, também conhecida como lábio leporino, é uma malformação congênita, resultado do desenvolvimento incompleto do lábio e/ou do palato (céu da boca) antes do nascimento. Afeta uma criança em cada 650 nascidas no Brasil.

“Esse dado dá a dimensão da importância dessa proposta para garantir os benefícios previstos em lei a um grupo de pessoas que nascem com uma malformação congênita e que irão precisar de um intenso e longo processo de reabilitação com equipe multidisciplinar”, explicou o deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB), que preside a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência na Alesc.

Assessoria de Comunicação
Deputado Estadual Dr. Vicente Caropreso – (PSDB)
(48) 99127 8540

Comente com o Facebook