Plano de Mobilidade Urbana de Criciúma visa realizar um estudo completo sobre os modais do município


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Criciúma é o maior município no Sul de Santa Catarina e está se transformando em um polo industrial e um celeiro de startups. O município já tem uma população de 217.311 habitantes e uma frota de 150 mil veículos, dados do IBGE e do Detran SC, respectivamente. Pensando neste novo cenário e no futuro, a ordem de serviço para elaboração de Plano de Mobilidade Urbana do município visa realizar um estudo completo de todos os modais da cidade e foi assinada nesta quinta-feira (23), no Salão Ouro Negro, do Paço Municipal Marcos Rovaris.

O documento vai contemplar a realização de estudos, pesquisas e levantamentos, análise de dados, elaboração de mapas temáticos e elaboração de planos de ações. As propostas devem abranger planos de ação de curto prazo, para implementação até em 2030, médio prazo, para implementação até 2040 e longo prazo, para 2050. O Plano de Mobilidade Urbana também é uma das metas do Planejamento Estratégico para a Gestão Municipal (Pegem). Além disso, a elaboração do plano garante o recebimento de recursos federais para a mobilidade urbana do município.

A Prefeitura de Criciúma vai investir R$ 725 mil na elaboração do estudo. “O plano vai contribuir para tomar decisões mais precisas e conscientes sobre a mobilidade urbana na cidade. O nosso município está crescendo todos os dias e este crescimento precisa estar alinhado e caminhar junto com o trânsito, as linhas de ônibus, as ciclovias e os pedestres”, destacou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

O plano terá uma ênfase também na malha cicloviária e no escoamento de cargas, além de melhorar a circulação dos moradores nos ambientes urbanos. “O estudo vai nos dar uma visão completa da cidade, com mapas temáticos e informações que vão ajudar a criar estratégias, orientar e dar direções para ações futuras no âmbito da mobilidade urbana na cidade”, frisou o secretário municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Tita Belloli.

De acordo com o secretário, a elaboração de um Plano de Mobilidade Urbana tem o intuito de também estimular o uso de modos de transporte não motorizados e para a melhoria do transporte público de passageiros, sendo essenciais para as condições futuras da cidade, na qualidade do meio urbano e na vida dos cidadãos criciumenses.

O documento também servirá de subsídio para a revisão do Plano Diretor, nos próximos anos, em virtude de todos os dados técnicos que serão levantados para o crescimento urbano do município.

Dados de modais de Criciúma

Conforme dados do IBGE de 2020, a cidade carbonífera possui 217.311 habitantes e uma frota aproximada de 150 mil veículos, dados do Detran SC, sendo 95 mil automóveis, ou seja, 0,70 veículo para cada habitante, e com um crescimento médio da frota de aproximadamente 6,5% ao ano.

Já o transporte público conta atualmente com uma frota de 104 ônibus, divididos em 66 linhas, transportando 1.072.424 passageiros por mês, em média. Os números são de outubro de 2019.

Comente com o Facebook