Deputados pedem que Secretaria da Infraestrutura atualize perfil das rodovias de SC


Os deputados Osmar Vicentini (União) e Silvio Dreveck (PP), foram à tribuna da Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira (21) para solicitar que a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade atualize o perfil das rodovias de Santa Catarina nos mapas e sistemas de informação digital. Conforme os parlamentares, motoristas de diversas partes do estado têm relatado que frequentemente são induzidos ao erro ao acessar trechos viários que erroneamente constam como pavimentados e em boas condições.

Um exemplo neste sentido, informou Vicentini, é a ligação entre os municípios de Botuverá e Vidal Ramos, conhecida como Rodovia do Cimento. Condutores que optam pela via, por considerá-la em boas condições, deparam-se com uma estrada de chão batido, estreita, e com curvas acentuadas.
A situação, disse, torna-se ainda mais grave quando envolve veículos maiores, como caminhões, pois estes frequentemente acabam trancados durante o trecho ou em perigo de cair nos barrancos que margeiam a rodovia. “O povo está muito revoltado, pois segundo o Google, esta nossa rodovia já foi asfaltada, mas está lá, em situação crítica. Um caminhão de dois eixos, ou um pouquinho maior, já não passa. É um funil”, disse o parlamentar, que também pleiteou ao governo do Estado a disponibilização de maquinário e materiais para a execução de melhorias no trajeto.

Já Silvio Dreveck (PP), afirmou que caso semelhante acontece na ligação entre os municípios de Canoinhas e Irineópolis, em direção a Caçador.

Ele explicou que no sistema de navegação por satélite GPS, a rodovia consta como asfaltada. E como esta opção encurta o percurso para Caçador, os motoristas de caminhão que a escolhem acabam sem ter como avançar já no meio do caminho.   “Então, é um problema sério isso. Mas eu acredito que nós temos também o dever de informar a Secretaria de Infraestrutura, para que esta possa orientar ou se manifestar através do Google, e retirar esta definição de rodovia pavimentada. Também para que possa providenciar a colocação no local de placas informando que esta é uma via alternativa e não pavimentada, para que o motorista ainda tenha tempo de retornar e não acessá-la.”

Abertura sanitária
Ainda em seu pronunciamento, Dreveck anunciou que, na próxima sexta-feira, dia 24, o presidente da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), Júnior Kunz, irá oficializar a liberação da barreira sanitária instalada no município de Campo Alegre, no Planalto Norte.

A medida, comemorou o parlamentar, deve trazer mais agilidade para o abastecimento dos supermercados da região, além de economia para a população local.  Segundo disse, a barreira sanitária obrigava os caminhões procedentes de outros estados a realizar um contorno de cerca de 100 km para ter acesso à região.  “O ganho vai ser não só para os motoristas que fazem o frete, mas também para a população, porque o custo dos produtos será menor, em função de que o trajeto será mais curto. É mais uma boa notícia para nós catarinenses, em especial para a população do Planalto Norte.” 

Comente com o Facebook