PL autoriza repasse do Fundo de Saúde a Redes Femininas de Combate ao Câncer


A Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina aprovou nesta terça-feira (14) o Projeto de Lei (PL) 17/2022, de autoria da deputada Ada De Luca (MDB), que permite que o estado firme convênios com as Redes Femininas de Combate ao Câncer, utilizando recursos do Fundo Estadual de Saúde. A proposta que foi aprovada por unanimidade nas Comissões de Constituição e Justiça, Finanças e Tributação e Saúde, também contou com o apoio unânime dos deputados presentes.

Em seu discurso, a autora do projeto, Deputada Ada De Luca, relembrou as visitas que fez pelo estado. “Após algumas andanças, comecei a perceber a dificuldade que algumas Redes Femininas  enfrentam para custear suas atividades. O caso que ganhou mais notoriedade, e talvez seja de conhecimento de Vossas Excelências, é o de Joinville que, no início deste ano, teve que paralisar seu trabalho por falta de recursos financeiros.”

Ada celebrou o apoio unânime que recebeu dos seus pares. “O trabalho das Redes é inquestionável. Isso foi reforçado por cada comissão em que este projeto tramitou e ficou ainda mais evidente hoje, no plenário.”

Mais de 150 voluntárias de Redes Femininas de diversos municípios do estado, encheram o plenário e as galerias da Alesc para apoiar a iniciativa. A Presidente Estadual da Rede Feminina, Maria Ciria Zunino agradeceu em nome de todas as mais de quatro mil voluntárias da RFCC no estado. “Em 61 anos de rede, nunca tivemos essa disponibilização de recursos. Em nome de todas as voluntárias e todos os pacientes no estado, agradeço a Deputada Ada por essa iniciativa”. 

O projeto foi aprovado por unanimidade e recebeu elogios de todos os parlamentares presentes. Agora a proposta segue para sanção do governo do Estado.

Comente com o Facebook