Fórum dá início a elaboração do Plano Municipal da Cultura Oceânica de BC


Com a participação de membros da sociedade e representantes de entidades de classes de Balneário Camboriú, o Fórum Municipal Pela Cultura Oceânica resultou numa coletânea de ideias e propostas de ações que darão início e nortearão o Plano Municipal da Cultura Oceânica. O evento aconteceu nesta quarta-feira (08), no Auditório Central do Campus da Univali de Balneário Camboriú. A abertura, que contou com a presença do prefeito em exercício, Gelson Rodrigues, entre outras autoridades, foi abrilhantada com apresentações de alunos do Centro Educacional de Atendimento no Contraturno (CEAC) – Projeto Oficinas, da Secretaria de Educação, com coreografias alusivas aos oceanos. Representantes das reitorias da Udesc e Univali, o Comitê da Cultura Oceânica de BC, vereadores e secretários municipais também estiveram presentes nesse que foi o 2º Forum Municipal Pela Cultura Oceânica do Brasil, ocorrido no Dia Mundial dos Oceanos.

Após a abertura iniciam os debates com os sete grupos de trabalho, formados a partir das inscrições, com diferentes setores da sociedade. Esses grupos tiveram como parâmetro os sete resultados esperados para a melhoria dos oceanos, durante a Década do Oceano (2021-2030). Ao final do dia, o mediador de cada grupo apresentou ao grande grupo o que foi abordado durante o dia de troca de informações e experiências. Essa somatória de ideias e propostas de ações, dá início à elaboração do 1º Plano Municipal do Brasil, com as estratégias pretendidas que nortearão as ações de Balneário Camboriú durante a década do oceano.

De acordo com o Plano Nacional de Implementação da Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável, os resultados pretendidos para a Década do Oceano são oceano limpo; oceano saudável; oceano produtivo; oceano seguro; oceano previsível; oceano acessível, e oceano inspirador.

O Plano Municipal é um documento que fundamenta, regulamenta e orienta a proposição e execução de políticas públicas do município, para a década 2020/ 2030. Para as ações dessa década foi formado, a nível mundial, a Aliança Oceânica, que é uma rede de gestores públicos, instituições da sociedade civil e iniciativa privada, engajada e mobilizada na implementação de ações locais alinhadas às metas nacionais e globais, com foco na promoção da cultura oceânica para o desenvolvimento sustentável.

“O Plano Municipal atende à sociedade em todos os seus segmentos, mas será bastante trabalhado nas escolas, através de projetos e ações, difundindo essa ideia na sociedade através dos alunos, que são multiplicadores”, salientou o prefeito em exercício, Gelson Rodrigues.

Conhecer a realidade socioeconômica do município é fundamental para a elaboração do Plano. Esse é o ponto de partida, pois permitirá que tal planejamento efetivamente busque superar as fragilidades existentes e dinamizar as potencialidades da cidade. O Plano deverá conter, ao longo do ano de 2022, ações locais que sejam desenvolvidas em parceria com o poder público, universidades, organizações da sociedade civil e do setor privado da região e que possam se alinhar às metas nacionais e globais. O Plano Nacional foi elaborado em 2020 e serve como parâmetro para o Municipal.

_________________________

Secretaria da Educação

(47) 3363-7144

Diretoria de Comunicação

Jornalista: Alexandra Gonzalez Santos

Fotos: Alexandra Gonzalez Santos

(47) 3267-7022

       

   

www.instagram.com/prefeituradebc    

   

   

FOTOS

Comente com o Facebook