Em Ratones, Vigilante Mirim da PMF combate mosquito Aedes aegypti


Nesta quinta-feira (9), no combate ao Aedes aegypti, o projeto Vigilante Mirim, da Prefeitura de Florianópolis, estará em duas unidades educativas da rede municipal de ensino em Ratones, Norte da Ilha. Às 8 da manhã, uma equipe da Secretaria de Educação conversará sobre o tema com crianças do Núcleo de Educação Infantil Hermenegilda Carolina Jacques. 
 
Às 9h30 e às 14 horas, será a vez do projeto ir para a Escola do Futuro Mâncio Costa para um bate-papo e exibição de vídeos com estudantes dos quartos anos do ensino fundamental. 
A ideia é transformar crianças e adolescentes em agentes multiplicadores de ações e atitudes de prevenção à proliferação do mosquito responsável pela dengue,  zika vírus e a chikungunya. O Aedes aegypti  se reproduz em locais com água limpa e parada.  
“Se cada um replicar as informações para familiares e amigos, a vitória contra o mosquito fica cada vez mais próxima”,  diz o coordenador de Prevenção da Secretaria de Educação, Charles Schnorr.
O Vigilante Mirim já visitou 10 unidades educativas, entre creches e escolas. O projeto conta com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde e apoio da Defesa Civil Municipal, Guarda Municipal e Polícia Científica (antigo IGP).
 
O QUÊ: projeto Vigilante Mirim
QUANDO: quinta-feira- dia 9 de junho
8 HORAS DA MANHÃ: Neim Hermenegilda Carolina Jacques
ENDEREÇO: Rua Intendente Antônio Damasco, n° 3800 – Ratones
9H30 DA MANHà E 14 HORAS: Escola do Futuro Mâncio Costa
ENDEREÇO:  Estrada João Januário da Silva, S/Nº – Ratones
 
CONHECER O INIMIGO É ESSENCIAL
 
SINTOMAS DA DENGUE
 
Pode causar fortes dores de cabeça, febre alta com início súbito, dores fortes atrás dos olhos, perda do apetite, fadiga, dor nos ossos, manchas na pele, náusea, vômitos e tonturas.
 
SINTOMAS DO ZIKA VÍRUS
 
Febre baixa, coceira e comichão na pele, além de manchas avermelhadas e inchaço nas articulações. Se você estiver com esses sintomas, procure rapidamente o serviço de saúde mais próximo, para receber orientações médicas.
 
SINTOMAS DA CHIKUNGUNYA
 
A febre chikungunya é outra enfermidade causada pelo mesmo agente transmissor, ela possui sintomas semelhantes aos da dengue. A maior diferença é que as dores concentram-se principalmente nas articulações
 
TRATAMENTO DA DENGUE
 
Não há um tratamento específico, apenas ações que possam aliviar os sintomas. O importante é procurar o serviço de saúde, fazer repouso e ingerir muito líquido. É contraindicado tomar medicamentos sem prescrição médica.
 
TRATAMENTO DO ZIKA VÍRUS
 
Não há vacina contra o vírus. O tratamento é recomendado com base no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e da dor. Não é indicado o uso de ácido acetilsalicílico, AAS, e outros anti-inflamatórios, devido ao risco de aumentar as complicações da doença.
TRATAMENTO CHIKUNGUNYA
 
Não há tratamento ou vacina específica para a doença. A febre e as dores articulares são tratadas com paracetamol e anti-inflamatórios. É recomendado o repouso absoluto, beber bastante água e não utilizar o ácido salicílico, AAS, devido ao risco de hemorragia.
 
PARA ACABAR COM OS FOCOS DO MOSQUITO FIQUE DE OLHO NESSAS DICAS
 
• Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.
• Receba bem o agente da saúde e o agente de combate às endemias (doenças que ocorrem apenas em um determinado local ou região, não atingindo nem se espalhando para outras comunidades)
• Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios.
• Encha de areia, até a borda, os pratinhos dos vasos de planta.
• Entregue seus pneus velhos ao serviço de limpeza urbana ou
• guarde-os sem água, em local coberto e abrigados da chuva.
• Mantenha a caixa d’água sempre fechada com tampa adequada.
• Guarde garrafas sempre de cabeça para baixo.
 
CONTATO PARA IMPRENSA
Charles Schnorr (coordenador de Prevenção da SME): 48-984-95-0193


Comente com o Facebook