5º Festival Literário de Itajaí terá seis dias de programação


“Palavras urgentes: O texto nunca é neutro”. Este é o tema do 5º Festival Literário de Itajaí (FLI), que inicia na próxima segunda-feira (13) e segue até o sábado (18). Escritores, editoras, produtores culturais, representantes de diversos segmentos artísticos e comunidade em geral poderão participar da programação do evento, que integra as comemorações dos 162 anos de emancipação política de Itajaí.

Nesta edição, o festival terá mesas temáticas, feiras literárias, saraus, intervenções, oficinas de formação, fóruns e outras atividades para promover o intercâmbio entre escritores locais, convidados externos e o público interessado em literatura. O 5º FLI é uma promoção do Município de Itajaí, por meio da Fundação Cultural, com apoio da Câmara Setorial de Literatura do Conselho Municipal de Políticas Culturais.

“Esta edição do FLI apresenta uma programação plural, com temas latentes no meio artístico e também editorial”, avalia Normélio Weber, superintendente administrativo das Fundações do Município. Ele acrescenta que, além de refletir a cena literária de Itajaí, a cada ano o festival é ampliado com a possibilidade de intercâmbio com grupos e coletivos de outras regiões. Weber também enfatiza a interação da literatura com outras linguagens artísticas.

A produtora cultural Gika Voigt, coordenadora do evento, também destaca o diálogo entre as artes: “Procuramos olhar para a literatura que vai além dos livros e que se apresenta em outros suportes, como quadrinhos (HQ), vídeos, lambes, murais, cordéis, fanzines, performances e arquivos de áudio, abrindo espaço para públicos diversos”.

Retorno às atividades presenciais

Gika ressalta que este retorno do festival às atividades presenciais, após o isolamento provocado pela pandemia, é também um momento significativo. “O FLI é formado por pessoas que produzem, discutem e desfrutam da literatura. Esta edição vai oferecer muitas possibilidades de encontro e interação nas mesas de conversa, nas oficinas, nos saraus e nas feiras literárias”, enumera.

A produtora cultural chama a atenção para o “Fórum Literaturas em Itajaí”, que será realizado no dia 15 de junho. A ação pretende reunir pessoas interessadas em traçar um panorama da literatura escrita, publicada e lida na cidade.

Em sintonia com os debates que marcam a literatura contemporânea, a curadoria do 5º Festival Literário de Itajaí trouxe para a programação convidados que estão conectados ao tema central do evento. “São pessoas que possuem falas potentes nesse sentido, que estarão em mesas temáticas como ‘Literatura e Política’, ‘Literatura e Cosmologias Brasileiras’ e ‘Literaturas em deslocamento’, entre outras”, informa Gika Voigt.

Abertura com Elisa Lucinda

A abertura do FLI acontece na próxima segunda-feira (13). A escritora, jornalista, atriz e cantora Elisa Lucinda será a responsável pela conferência de abertura, que terá como título o tema do evento, “Palavras urgentes: O texto nunca é neutro”. A atividade será realizada a partir das 19h, no Centreventos.

“Nossa expectativa para esta edição é a melhor possível. Será mais uma oportunidade para a população se identificar e sentir orgulho da cidade, da forma de viver, das produções e do fomento à arte e à cultura”, prevê o superintendente das Fundações, Normélio Weber.

_________________
Informações adicionais:
Gika Voigt – Coordenadora do 5º FLI – Telefone/WhatsApp: (48) 99924-7772

Comente com o Facebook