Deputado cobra critério para governo distribuir policiais pelos municípios do Estado


O deputado Sargento Lima (PL) relatou as cobranças que tem recebido sobre a falta de policiais nas cidades. Respondeu que o governo do Estado usa critérios políticos para distribuir os agentes de segurança e lamentou que prédios públicos, como tribunais, Executivo e a própria Assembleia Legislativa, estejam repletos de policiais da ativa: “O pessoal brinca que, na Capital, se a gente sacudir uma árvore cairão dois coronéis”.

O parlamentar trouxe o tema para a tribuna após reunião que teve com o grupo Direita Palhoça, que relatou a falta de policiais. A distribuição da força policial deveria seguir critérios como as manchas de criminalidade. Porém, ressaltou Sargento Lima, a última turma de PMs saídos da escola foi distribuída com critérios eminentemente políticos.

Conforme o deputado, os recursos públicos são mal investidos. O governo concentra policiais da ativa onde não há necessidade, como os prédios públicos, e obriga a população a fazer vaquinha para suprir aquilo que é obrigação do Estado. “O empresário fornece ao Estado a arma para o policial da sua cidade, o colete, a comunidade planta flores, pinta o muro da escola, o professor frita pastel para arrumar uma porta da escola, os moradores pagam o calçamento etc. Então, qual a função do Estado?”, questionou Lima.

Comente com o Facebook