Itajaí participa do VII Congresso de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina


A Secretaria de Saúde de Itajaí participará do VII Congresso de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina nos dias 11, 12 e 13 de maio, em Blumenau. Serão apresentados no evento dois projetos desenvolvidos na cidade e selecionados entre 70 iniciativas estaduais: Nascer Itajaiense e Reforço ao planejamento familiar com a oferta de implantes contraceptivos subdérmicos. As iniciativas serão apresentadas pelas enfermeiras Camila Santos do Couto, supervisora da Saúde da Criança, e Ana Tereza Canziani Pereira Boschi, supervisora da Saúde da Mulher.

Realizada pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina (COSEMS/SC), a sétima edição do congresso terá sua abertura oficial nesta quinta-feira (11), às 19h30, na Vila Germânica, em Blumenau. A programação conta com mesas de debates com especialistas convidados de instituições de renome nacional e internacional, além de oficinas simultâneas.

Além do congresso, haverá também a 4ª Mostra Catarinense ‘Brasil, Aqui Tem SUS’, na qual serão apresentados 100 trabalhos selecionados. As apresentações também iniciam nesta quinta-feira (11), a partir das 14h.

Programa Nascer Itajaiense

O Nascer Itajaiense é um dos programas da Secretaria Municipal de Saúde de Itajaí e está entre as ações integradas da Supervisão da Saúde da Criança da Diretoria de Atenção à Saúde (DAS). As atividades são desenvolvidas no alojamento conjunto e na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen.

A iniciativa realiza o acolhimento às mães no pós-parto com orientações relacionadas ao aleitamento materno, aos testes de triagem neonatal (testo do pezinho e outros) e aos primeiros cuidados com o bebê. O programa visa também à captação precoce da puérpera e do recém-nascido para a garantia de um cuidado integral, por meio da comunicação direta com as equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) e Atenção Primária das Unidades Básicas de Saúde do município, que realizam a visita domiciliar à família e agendam as primeiras consultas.

O programa Nascer Itajaiense ainda disponibiliza às mães que residem em Itajaí, no momento de alta hospitalar, um kit para todos os recém-nascidos e um folder com orientações acerca da amamentação, cuidados com o bebê e testes de triagem neonatal. A iniciativa é fundamental para redução da mortalidade infantil no Município.

Reforço ao planejamento familiar com a oferta de implante contraceptivo subdérmico

O implante subdérmico ou Implanon é uma moderna opção de método contraceptivo e foi implantado na Rede Municipal de Saúde de Itajaí em outubro de 2021. O objetivo é ampliar a oferta de métodos contraceptivos no município, reforçar o planejamento familiar e ser uma alternativa à laqueadura.

O implante consiste em um pequeno cilindro de hormônio etonogestrel, que é introduzido pelo profissional de saúde no braço da paciente sob anestesia local. O funcionamento acontece com a liberação de hormônios na corrente sanguínea continuamente, o que previne a ovulação e promove atrofia do endométrio, evitando assim a gravidez.

“O projeto de inserção do implante subdérmico é facilitado, não requer exames específicos nem habilidades especializadas, simplificando o acesso das pacientes que são contempladas nos critérios definidos no Município”, explica Ana Tereza Canziani Pereira Boschi, responsável pela apresentação do projeto no congresso.

Ao todo, já foram realizados 1.700 implantes no Município de Itajaí. O protocolo municipal é referência em Santa Catarina e há grande aceitação das usuárias do método e, também, dos profissionais de saúde da cidade, que entendem a necessidade deste reforço no planejamento familiar.

Entre os benefícios do método, está o fato de não necessitar que a paciente lembre de ingerir pílulas anticoncepcionais. O implante também melhora os sintomas da TPM e permite que a mulher amamente durante seu uso. 

Comente com o Facebook