Crianças da educação infantil da rede municipal de ensino de Florianópolis conhecem a pesca da tainha


No Núcleo de Educação Infantil Municipal Monsenhor Frederico Hobold , na Costeira do Pirajubaé, estão sendo desenvolvidas uma série de propostas educativo-pedagógicas sobre a  cultura da Ilha, como a pesca artesanal, boi de mamão e monumentos históricos.
 
 
Com relação à pesca artesanal, dois pescadores auxiliam a unidade educativa. Aloísio de Andrade faz demonstração de como utilizar a tarrafa – rede  para captura de  peixes e camarões, e Alécio Tiago Rogério conversa com as crianças sobre sua profissão e como se prepara uma tainha. O bairro Costeira é tradicionalmente marcado pela pesca como atividade principal ou de lazer dos familiares das crianças que frequentam a unidade. Um legado que atravessa gerações. As propostas são voltadas para todas as crianças, de 1 ano a 6 anos de idade. 
 
Durantes os meses de maio e junho, em especial, a criançada ainda terá sessões de cinema que mostram a pesca da tainha na Ilha, contação de histórias e teatro, brincadeiras de pesca com manuseio de tarrafa infantil, propostas de artes plásticas que envolvem a obra de Luciano Martins (artista local), além da visita a ranchos de pesca da Costeira do Pirajubaé.
 

galeria de imagens


Comente com o Facebook