Alunos do Polo de Altas Habilidades de BC desenvolvem projeto sobre a questão da água


A problemática da conservação de fontes, preservação de rios e risco de escassez de água no Brasil e no mundo é a pauta do Polo de Altas Habilidades/ Superdotação, coordenado pelo Departamento de Educação Especial, da Secretaria de Educação de Balneário Camboriú. O Polo realiza atendimento educacional especializado e nas áreas de interesse dos estudantes, no contraturno escolar, quando esses alunos tornam-se multiplicadores dos temas abordados. A partir deste ano de 2022, além de oferecer o atendimento especializado, foi adotada no Polo a metodologia de oficinas. Para este primeiro semestre está sendo estudado e desenvolvido o Projeto Água, onde os estudantes buscam informações, através de profissionais da área. O Polo atende alunos das Redes Públicas e Privadas.

O Projeto Água é mais um dos temas abordados no Polo, a partir do interesse dos alunos. Todo o processo inicia com a pesquisa científica, que consiste em entender sobre o tema a e as possíveis problemáticas que o envolvem. Para o Projeto da Água foram feitas, com os alunos, pesquisas que mostraram todo o fornecimento de água no município e região. Como ilustração foram feitas visitas técnicas à Empresa Municipal de Água e Saneamento – Emasa, responsável pela captação e tratamento da água para os dois municípios – Balneário Camboriú e Camboriú.

Para enriquecer o Projeto e dar detalhes técnicos para os alunos, o grupo recebeu, para palestrar, engenheiros da Emasa, e técnicos do Comitê do Rio Camboriú, que falaram sobre captação, tratamento e distribuição da água nas cidades. Uma visita à Big Wheel foi feita, para que os alunos tivessem a visão geral do cenário de Balneário Camboriú e do Rio Camboriú desembocando no mar, na Barra Sul. “Mesmo com altas habilidades não podemos esquecer que eles são crianças. Então, cada um, dentro da sua habilidade, vai incrementar o projeto. Serão feitas maquetes, mostrando a nascente do Rio Camboriú. Os que gostam de robótica, vão construir, dentro da própria maquete, sistema de produção de energia. Quem é da área de música, está compondo; quem é da área da literatura, está escrevendo sobre todo esse aprendizado”, ressalta a coordenadora do Polo, Kelly Mello Trentin.

Outros projetos já foram desenvolvidos pelos alunos do Polo, como do Sistema Solar, e a Garra mecânica, de Robótica, onde os alunos construíram a garra com sucatas do lixo eletrônico. “Qualquer projeto que realizamos, fazemos eles verem o potencial que têm e, que com isso, podem contribuir para melhorar o mundo; até porque eles tornam-se multiplicadores de todo esse aprendizado, já que o Polo atende crianças de comunidades escolares distintas ”, finaliza ela.

Saiba Mais
O Polo de Atendimento Especializado das Altas Habilidades/Superdotação faz o suporte no contraturno escolar dos estudantes, uma vez por semana. O atendimento conta com atividades próprias para a demanda educacional de cada criança, respeitando e estimulando o potencial de cada um, num ambiente preparado para isso.

Pessoas com altas habilidades/superdotação são aquelas que demonstram potencial elevado em qualquer uma das seguintes áreas (isolada ou combinada): intelectual, acadêmica, liderança, psicomotricidade e arte. Também apresentam elevada criatividade, grande envolvimento na aprendizagem e realização de tarefas em áreas do seu interesse.

O objetivo do Polo de Altas Habilidades/Superdotação é, através de atividades remotas e presenciais com hora marcada, atender alunos com avaliação pedagógica, identificando e ajudando na complementação/suplementação da aprendizagem. A Secretaria de Educação, através de especialistas, faz o acompanhamento com os docentes nas escolas, a fim de que alunos com essas características sejam diagnosticados e recebam atendimento pedagógico adequado no Polo.
O Polo de Atendimento Especializado das Altas Habilidades/Superdotação fica localizado na Rua Brusque, entre as 5ª e 6ª Avenidas – Bairro dos Municípios.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 5% da população mundial possui superdotação. Em Santa Catarina, pelo último Censo Escolar (2018), haviam 1.013 alunos superdotados.

__________________

Secretaria da Educação
(47) 3363-7144

Diretoria de Comunicação
Jornalista: Alexandra Gonzalez Santos
Fotos: Divulgação
(47) 3267-7022

www.bc.sc.gov.br  www.instagram.com/prefeituradebc  

FOTOS

Comente com o Facebook