Sala de Situação define estratégias e ações de combate à Dengue em Blumenau


Na tarde desta terça-feira, dia 12, os integrantes das secretarias municipais e representantes das forças de segurança de Blumenau realizaram a segunda reunião da Sala de Situação e definiram estratégias de atuação. Os trabalhões serão intensificados nesta quarta-feira e quinta-feira, dias 13 e 14, das 8h às 13h, em um mutirão de limpeza no bairro Escola Agrícola – nas regiões da Vila Bromberg e Vila Feliz. No dia 18, as equipes retornam aos locais para verificar a situação. 

Nesta que será a primeira ação externa, após a reativação da Sala de Situação, os agentes de endemias farão o recolhimento de materiais e entulhos em residências. As equipes receberão apoio do 23º Batalhão de Infantaria das e equipes da Secretaria de Conservação e Manutenção Urbana (Seurb) e do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) que serão responsáveis pelo transporte dos materiais. Os moradores destas duas localidades que tiverem resíduos e entulhos para descarte poderão colocar os itens na frente de seus imóveis para recolhimento.

O secretário de Promoção da Saúde, Marcelo Lanzarin destaca a importância dos trabalhos. “A Sala de Situação nos permite desenvolver ações conjuntas com as mais diversas forças do município para atuação nestas regiões mais criticas. Neste momento, cerca de quatro bairros concentram aproximadamente 70% dos focos e dos casos. Então nesta semana as equipes já estarão nas ruas para intensificar o combate ao mosquito da Dengue”, afirma. Nos próximos dias, novos locais serão contemplados com outras ações. 

Dos 35 bairros da cidade, 17 são considerados infestados e são monitorados diariamente. São eles: Água Verde, Centro, Do Salto, Escola Agrícola, Garcia, Fortaleza, Itoupavazinha, Itoupava Norte, Itoupava Seca, Jardim Blumenau, Ponta Aguda, Salto do Norte, Tribess, Velha, Velha Central, Vila Nova e Victor Konder.

Denúncias
A população também pode denunciar locais com possíveis focos do mosquito, entrando em contato com o Programa de Combate à Dengue, por meio do OuvidorSUS no telefone 156 (opção 4) ou pelo telefone 3381-7770. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Dengue em números
De janeiro até esta segunda-feira, dia 11, Blumenau registra 2.013 focos do mosquito Aedes aegypti. São 1.617 notificações. Destes, 351 são casos confirmados, sendo 10 casos importados e 330 autóctones, ou seja, contraídos em Blumenau. Outros 1.220 casos são considerados suspeitos e aguardam resultado de exame. No mesmo período do ano passado o município registrava 1.342 focos – o que representa um aumento de 50% de um ano para o outro.

Internações Dengue
Nesta segunda-feira, dia 11, 21 moradores de Blumenau estavam internados em hospitais da cidade. Desse total, 19 estão em enfermaria e dois estão em UTI. Todos são considerados casos suspeitos de Dengue, aguardando resultado do exame laboratorial. Dos dois óbitos suspeitos de dengue, um deles já foi descartado. O outro segue em investigação pela equipe da Vigilância Epidemiológica do Município.

Decreto de Situação de Emergência
Na última sexta-feira-feira, dia 8, a Prefeitura de Blumenau publicou o Decreto nº 13.761 que declara situação de emergência em saúde pública, em todo o território do município de Blumenau, em razão da infestação pelo mosquito Aedes Aegypti, transmissor dos vírus da Dengue, Febre Amarela, Chikungunya e Zika Vírus.

O documento prevê a contratação, por tempo determinado, de servidores e contratação de serviços para atuar no combate à Dengue. Além da realização de visitas a imóveis públicos e particulares para eliminação do mosquito e de seus criadouros.

Ainda conforme o decreto, as equipes municipais estão autorizadas a entrar em imóveis públicos e particulares, nos casos de situação de abandono, negativa de acesso ou ausência de pessoa que possa permitir o acesso de agente público, regularmente designado e identificado, quando se mostre essencial para a contenção das doenças. O decreto tem validade de 180 dias.

Ações de Combate à Dengue – Sala de Situação

10º Batalhão de Polícia Militar
Poderá contribuir com a segurança dos profissionais de combate às endemias e fiscalização durante seu exercício de ações principalmente em atendimento em áreas consideradas mais violentas.

23º Batalhão de Infantaria
Durante as ações de mutirão de limpeza nas regiões da Escola Agrícola, Água Verde, Garcia, Itoupava Norte o Batalhão auxiliará nas visitas as residências, em conjunto dos Agentes de Combate às Endemias.

3º Batalhão de Bombeiros Militar
Prestação de apoio ao SAMU para encaminhamento de pacientes diagnosticados com a doença em casos de Urgência ou Emergência para o Hospital Misericórdia. Realizar vistorias diárias no CBMSC em Blumenau a fim de eliminar possíveis criadouros do Aedes aegypti. Disponibilizar em casos extraordinários e que necessitem de equipamentos específicos do CBMSC e o apoio da guarnição em serviço para realização de vistorias.

Conselho Municipal de Saúde 
Engajamento dos Conselhos Locais e Regionais de Saúde junto à população sobre a importância e a forma de prevenção ao mosquito Aedes aegypti.

Secretaria Municipal de Administração (Sedead)
Padronizar e distribuir materiais, acerca das ações de combate à dengue as quais as secretarias foram designadas; Aumentar o nível de informação entre os servidores sobre a transmissão da doença e identificação dos sintomas, a fim de que os mesmos possam compartilhá-las em seu convívio social; Implantar cursos sobre o assunto  a serem ministrados sobre a gerência de capacitação; Semanalmente vistoriar e limpar as áreas internas e externas e o entorno das instalações públicas, conforme Decreto nº 10.882, de 5 de fevereiro de 2016, Art. 1º, § 2º.

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae)
Realizar conserto nas tubulações abertas em vias públicas para não haver proliferação do vetor; Recebimento e destinação de entulhos retirados dos locais onde são efetuadas limpezas; Semanalmente vistoriar e limpar as áreas internas e externas e o entorno das instalações públicas, conforme Decreto nº 10.882, de 5 de fevereiro de 2016, Art. 1º, § 2º.

Secretaria de Defesa Civil (Sedeci)
Auxiliar na gestão e coordenação das ações na Sala de Situação.

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Realizar ações educativas como eixo transversal do tema abordado – Aedes aegypti; Realizar ações de eliminação de potenciais criadouros em todas as Escolas e CEIs, contínuas em conformidade do Decreto nº 10.882, de 5 de fevereiro de 2016, Art. 1º, § 2º.

Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas)
Realizar vistoria em áreas de preservação onde ocorrem descarte inadequado de resíduos e promover o descarte correto; Semanalmente vistoriar e limpar as áreas internas e externas e o entorno das instalações públicas, conforme Decreto nº 10.882, de 5 de fevereiro de 2016, Art. 1º, § 2º.

Secretaria Municipal de Saúde (Semus)
Auxiliar nos desenvolvimentos dos trabalhos: Atenção Primária: Assistência médica e coleta de materiais para análise de casos suspeitos; Vigilância Epidemiológica: Ordenamento das ações de prevenção e combate, consolidação de dados das notificações de casos suspeitos e orientação técnica; Vigilância Sanitária, Ambiental e Saúde do Trabalhador: Auxiliar na distribuição de materiais educativos nas ações fiscalizatória das vigilâncias sanitária e ambiental e na Saúde do trabalhador realizar ações fiscalizatórias em relação ao combate ao mosquito nas empresas com área de abrangência conforme mapas de foco; Semanalmente, vistoriar e limpar as áreas internas e externas e o entorno das instalações públicas, conforme Decreto nº 10.882, de 5 de fevereiro de 2016, Art. 1º, § 2º.

Secretaria de Planejamento Urbano (Seplan)
Realizar vistoria em terrenos baldios e locais com invasão onde ocorrem descarte inadequado de resíduos e promover o descarte correto; Proceder notificações aos proprietários de imóveis em situação de abandono para que procedam à limpeza/manutenção das áreas.  Subsidiar informações de lotes baldios e edificações em ruínas constantes no Cadastro Imobiliário do município para que seja objeto de vistorias pelos órgãos competentes. Conforme identificarem-se demandas, solicitamos que nos sejam encaminhadas para que possamos tomar as devidas providências; Semanalmente vistoriar e limpar as áreas internas e externas e o entorno das instalações públicas, conforme Decreto nº 10.882, de 5 de fevereiro de 2016, Art. 1º, § 2º.

Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb)
Disponibilizar equipe de agentes de trânsito no suporte de ações conjuntas nos demais órgãos envolvidos; Semanalmente vistoriar e limpar as áreas internas e externas e o entorno das instalações públicas, conforme Decreto nº 10.882, de 5 de fevereiro de 2016, Art. 1º, § 2º.

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)
Ampliar a divulgação de ações de conscientização e mutirões programados pela Sala de Situação; Divulgar lives e podcasts específicos sobre as ações de combate à Dengue; Divulgar vídeos e artes com impulsionamento nas redes sociais; Elaborar cartilha informativa para divulgação nos educandários; Criar artes sobre os mutirões – para envio em grupos de aplicativos de mensagem; Intensificar a atualização dos números de Dengue em Blumenau, conforme dados da Semus.

Assessor de Comunicação: João Vitor Korc

postada em 12/04/2022 17:01 – 16 visualizações

Fotos

Comente com o Facebook