Professores municipais recebem capacitação multidisciplinar


Com o objetivo de trabalhar articulado às instituições educativas, o setor Psicossocial, da Secretaria Municipal de Educação, promove formações continuadas para os gestores das escolas municipais. Diante disso, o setor promoveu na tarde desta sexta-feira, no auditório da Secretaria, uma formação que visa instrumentalizá-los para atuarem em situações que ultrapassam a rotina escolar e necessitam de um olhar multidisciplinar, com diferentes conhecimentos nas áreas da psicologia, serviço social e pedagogia.

Com a pandemia e o retorno às aulas presenciais, torna-se fundamental realizar intervenções nas relações intraescolares, decorrentes de questões que envolvem a saúde mental dos estudantes e seus familiares. As relações interpessoais, preconceitos, discriminações, desrespeito às normas legais da sociedade, uso de substâncias psicoativas, os diferentes tipos de violências, como o bullying, dentre outras, precisam ser constantemente trabalhadas dentro do ambiente escolar.

A vice-gestora da EPC Cyro Sosnosky, Alice Maria Ferreira, coloca: “a formação com o psicossocial é de grande valia para as Instituições diante das diversidades, vulnerabilidades e conflitos vivenciados. Nos passam segurança com os meios legais de como abordar e se pôr diante dos fatos com os educandos, funcionários e familiares”.

“A formação do setor do psicossocial foi muito boa, pois ofereceu um suporte e um apoio excepcional a todos os gestores presentes com recursos, com serviços e muitas orientações que amparam e qualificam a cada dia o atendimento prestado aos nossos educandos e a toda comunidade escolar assegurando desta forma e de forma efetiva o processo ensino aprendizagem de todos os educandos da rede municipal de ensino. Destaco também ser muito importante a capacitação dos gestores através das formações oferecidas pela Secretaria Municipal de Educação”, complementa a vice-gestora da EBM Fedelino Machado dos Santos, Elizângela Carla Zorzi.

Assim, a formação veio para contribuir e dar suporte ao trabalho que os gestores já desenvolvem. Através de uma instrução normativa, a qual estabelece um fluxo orientativo dos procedimentos e encaminhamentos entre os alunos, a família, a escola e a rede de atendimento municipal.

Comente com o Facebook