Campanhas de vacinação contra a influenza e o sarampo começam nessa segunda-feira, em Criciúma


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A Secretaria Municipal de Saúde inicia nesta segunda-feira (4), as Campanhas de Vacinação contra a influenza e contra o sarampo, que acontecem de forma simultânea. O período de imunização vai de 4 de abril a 3 de junho, sendo que o dia 30 de abril será dia “D” de mobilização nacional. Para as duas campanhas haverá grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde, ocorrendo em duas etapas, com datas de início e término para aplicação das vacinas. O município recebeu a primeira remessa de doses. Já estão disponíveis 7720 doses da vacina da influenza e 4670 doses da vacina contra o sarampo.

Esperamos vacinar pelo menos 90% da população até o final da campanha. Por essa razão, é importante que as pessoas com mais de 60 anos procurem os postos de vacinação, sendo que a imunidade dos idosos necessita de um estímulo maior, e que os pais procurem os postos para completar o esquema vacinal de seus filhos”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Arleu da Silveira.

Grupos prioritários

Na primeira etapa da campanha, entre 04/04 a 02/05, podem receber a vacina da influenza e do sarampo, de forma simultânea, os trabalhadores da saúde. Já o grupo de pessoas idosas com mais de 60 anos receberá apenas a imunização contra a influenza.

Na segunda etapa da campanha, entre 03/05 a 03/06, serão vacinadas contra influenza e sarampo, de forma simultânea, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade. Já o grupo de gestantes, puérperas, povos indígenas, professores das escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas receberão a imunização contra a influenza.

Campanha contra a Influenza

De acordo com o gerente de Vigilância em Saúde, Samuel Bucco, para evitar um surto como o que ocorreu no último ano, é importante que a população procure uma UBS para completar a imunização. “Contamos com a conscientização da população quanto a importância dessa vacina, tendo em vista o surto que observamos no final do ano passado causado pela variante H3N2, a qual está contemplada na vacina desse ano”, afirmou o gerente.

Conforme a Resolução-RE Nº 3.903, de 14 de outubro de 2021 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as vacinas influenza trivalentes utilizadas no Brasil a partir de fevereiro de 2022 deverão apresentar três tipos de cepas de vírus em combinação: A/Victoria/2570/2019 (H1N1) pdm09, A/Darwin/9/2021 (H3N2) e B/Austrália/02/1359417/2021 (linhagem B/Victoria).

A vacinação acontecerá em todas as unidades de saúde que contem com sala de vacina e profissionais de vacinação. Por essa razão, a Secretaria de Saúde orienta a população para que entre em contato com sua unidade para mais informações.

Comente com o Facebook