Programa de Combate à Dengue registra mais de 1.500 visitas durante o mês de março


A Secretaria de Saúde, por meio do Programa de Combate à Dengue, realizou entre os dias 7 e 15 de março, o Levantamento do Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa). A pesquisa contou com 1.567 visitas, onde 174 focos foram encontrados e ao serem examinados, 113 deram positivos para o Aedes aegypti. Dentre os pontos, estão: 33,3% pequenos depósitos móveis; 23,7% lixo; 21,5% depósitos fixos; 11,1% pneus; 6,7% depósito de armazenamento de água e 3,7% depósitos naturais. Em 2022, o estado de Santa Catarina teve aumento nos casos de dengue, com mais de 500 registros. Camboriú encontra-se em risco grave, o que torna os cuidados indispensáveis.

A coordenadora do Programa de Combate à Dengue, Ingrid Vianna Peres, recomendou algumas ações para que os focos dos mosquitos sejam controlados. “Mesmo com todas as ações que fazemos durante o ano, é importante lembrar que os cuidados são necessários para diminuir a quantidade de mosquitos. Sempre cuide da água parada, nos vasos de plantas e piscinas. Também é ideal manter com tampa, sempre que possível, caixas d’água, lixeiras e tonéis”, ressaltou.

O Programa realiza, diariamente, diversas visitas para localizar irregularidades e atender denúncias feitas por moradores do município. Agora, aumentaram as fiscalizações em locais estratégicos, como o comércio, que geralmente possui área externa com acúmulo de recipientes e materiais que possam servir de criadouro do mosquito. A comunidade pode contribuir, denunciando possíveis pontos de armazenamento de água que possam servir de criadouro do mosquito, pelo número (47) 3365-9400.

Comente com o Facebook