15 C
Balneário Camboriú
InícioSua RegiãoItajaíItajaí publica o primeiro boletim epidemiológico sobre a situação do atendimento antirrábico...

Itajaí publica o primeiro boletim epidemiológico sobre a situação do atendimento antirrábico humano


A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DVE) da Secretaria de Saúde Itajaí, por meio da Gerência de Controle Zoonoses, divulga o primeiro boletim epidemiológico sobre a situação do atendimento antirrábico humano em Itajaí. O período de pesquisa foi de janeiro a dezembro de 2021, quando foram analisados diversos dados do atendimento no município. O levantamento completo pode ser conferido aqui

A Vigilância Epidemiológica realizou um levantamento de dados do Atendimento Antirrábico Humano (AARH) durante o ano de 2021 e analisou dados como: números de notificações, idade e sexo dos pacientes notificados, tipo de exposição ao vírus, local da agressão, espécie do animal agressor, tipo de ferimento e o tratamento indicado à exposição.

No ano passado, segundo o boletim, houve uma redução de 8,11% nas notificações de atendimento antirrábico humano na comparação com o ano anterior. De janeiro a dezembro de 2021, foram realizados 985 atendimentos, já no ano de 2020 foram 1.072 casos. O maior número de notificações ocorreu em indivíduos do sexo masculino (50,36%). A faixa etária mais atingida foi a de crianças de 0 a 9 anos (22,13%), em contraste, a parcela menos atingida foi a de idosos de 80 anos ou mais (0,61%).

O tipo de exposição ao vírus rábico, de acordo com as notificações no Município de Itajaí em 2021, ocorreu principalmente por mordedura (82,24%). Arranhadura (13,57%) e lambedura (2,82%) aparecem logo em seguida. As regiões anatômicas mais atingidas são as mãos/pés (32,76%) e membros inferiores (31,59%).

A doença

A raiva é uma doença transmissível que atinge mamíferos como cães, gatos, morcegos, macacos, cachorro do mato, gato do mato, quati, capivara, equino, bovino, suíno e também o homem. O vírus ataca o sistema nervoso central, levando à morte após pouco tempo de evolução. A raiva humana é uma das doenças infecciosas mais antigas e letais que acompanham a trajetória da humanidade. É uma zoonose viral transmitida somente por mamíferos, que geralmente apresenta 100% de letalidade.

Em caso de mordedura ou exposição a animal possivelmente infectado, o cidadão deve buscar atendimento médico imediato para tratamento e orientação. Mais informações podem ser obtidas na Gerência de Controle de Zoonoses pelo telefone (47) 3249-5571. 

Comente com o Facebook
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99805.5030
- Advertisment -

Mais Lidas

Enviar mensagem
Envie FOTOS, VÌDEOS, ÁUDIOS, DENÚNCIAS ou sugestões de pauta para a equipe da redação!