Professores retornam às unidades escolares após paralisação


Os profissionais da educação da Rede Municipal de Ensino de Itajaí, que estavam em greve, retornaram às salas de aula na manhã desta segunda-feira (21) após determinação do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). A Justiça considerou, na sexta-feira (18), a greve como prejudicial aos estudantes, em especial às crianças menores e aos alunos que necessitam da prestação de serviço público e de aulas presenciais. O desembargador Jorge Luiz de Borba, que assina o despacho, ainda estabeleceu multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

Na manhã desta segunda-feira (21), os cerca de 2 mil professores grevistas já retornaram às atividades e retomaram os conteúdos do ano letivo. Parte dos alunos que havia deixado de frequentar as aulas nas escolas e centros de educação infantil do município também voltou às atividades.

“Essa retomada é muito importante para os nossos alunos. Acreditamos nos nossos profissionais e na força que a nossa educação municipal possui para oferecer um ensino de qualidade a todos os estudantes da Rede”, destacou a secretária de Educação de Itajaí, Elisete Furtado Cardoso.

Comente com o Facebook