15 C
Balneário Camboriú
InícioBalneário CamboriúDia Nacional da Síndrome de Down é lembrado na Rede Municipal de...

Dia Nacional da Síndrome de Down é lembrado na Rede Municipal de Ensino de BC


Apresentações artísticas, contação de histórias e roda de conversa marca este 21 de março – Dia Internacional da Síndrome de Down, nas unidades de ensino da Rede Municipal de Balneário Camboriú. Uma das apresentações mais brilhantes foi da aluna Paola Vicente Medeiros, 9 ano, do Centro Educacional Municipal Armando Cesar Ghislandi, que deu um show de patinação, na manhã desta segunda-feira (21).

Tendo a inclusão como prioridade, a Secretaria de Educação mantém em seu quadro 70 profissionais com especialização em Educação Especial, para atender os alunos com algum tipo de síndrome ou transtorno. Neste ano de 2022 há 27 alunos com síndrome de Down matriculados na Rede Municipal. Todo o trabalho de inclusão feito nas unidades de ensino da Rede Municipal de BC conta com a parceria da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e da Associação Amo Pra Down.

O trabalho dos profissionais do Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação é garantir uma inclusão afetiva produtiva e eficiente a todos os alunos com Síndrome de Down. Para isso há um trabalho de orientação aos professores das outras áreas, para que essa inclusão seja feita da melhor maneira, entendendo e respeitando cada indivíduo.

Paralelamente ao trabalho desenvolvido em sala de aula, junto ao grande grupo, esses profissionais do Departamento atua no atendimento educacional especializado, que faz atendimentos, no contraturno, de estimulação, adaptação e recursos pedagógicos para esses alunos.

“Trabalhamos a inclusão escolar todos os dias do ano. Nas nossas unidades os alunos são inseridos no grande grupo, onde, através dos nossos profissionais, estimulamos a autonomia e evolução da pessoa com deficiência, garantindo seus direitos como cidadão”, pontua a secretária da Educação, Marilene Cardoso.

Saiba Mais

A síndrome de Down é gerada pela presença de uma terceira cópia do cromossomo 21 nas células do organismo (trissomia), que ocorre na hora da concepção do bebê, no momento da divisão celular. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células, em vez de 46, como a maior parte da população. Como se trata de um evento genético e não de uma doença, é importante esclarecer que nada poderia ser feito durante a gestação para reverter a trissomia.

Entendemos que a síndrome de Down (ou T21) é marcada principalmente por características fenotípicas, hipotonia muscular e comprometimento neurológico. Essas características, inerentes à síndrome de Down, fazem com que essa população apresente particularidades em seu desenvolvimento biológico, cognitivo, social, na aprendizagem e em desempenhos ocupacionais.

_________________________

Secretaria da Educação

(47) 3363-7144

Diretoria de Comunicação

Jornalista: Alexandra Gonzalez Santos

Fotos: Divulgação

(47) 3267-7022

       

   

www.instagram.com/prefeituradebc  

   

   

FOTOS

Comente com o Facebook
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99805.5030
- Advertisment -

Mais Lidas

Enviar mensagem
Envie FOTOS, VÌDEOS, ÁUDIOS, DENÚNCIAS ou sugestões de pauta para a equipe da redação!