Covid-19: Blumenau alerta sobre importância da dose de reforço para população adulta


A Prefeitura de Blumenau, por meio da coordenação do Plano Municipal de Imunização contra a Covid-19 recebeu nesta quinta-feira, dia 17, a Nota de Alerta nº 005/2022 enviada pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) aos municípios de Santa Catarina. O documento destaca a importância da dose de reforço para ampla proteção contra as formas graves, hospitalizações e mortes por Covid-19, frente à transmissão comunitária da variante Ômicron.

A nota reforça a necessidade de que toda a população esteja com a vacinação contra a Covid-19 em dia, ou seja, com o esquema primário (duas doses ou dose única) e mais a dose de reforço, para obter uma proteção ampliada frente a formas graves da doença. Segundo dados da DIVE, a mortalidade por Covid-19 entre não vacinados ou que receberam apenas uma dose é 33 vezes maior nos idosos e 19 vezes maior nos adultos em comparação com as pessoas do mesmo grupo com a vacinação completa (esquema primário + dose de reforço). 

A vice-prefeita e coordenadora do Programa Municipal de Imunização contra a Covid-19, Maria Regina Soar, lembra que apenas 33% da população blumenauense providenciou o reforço. “A nota de alerta é muito clara quanto ao impacto que a vacinação não realizada ou incompleta causa em relação às hospitalizações. Esse risco é 25 vezes maior em idosos e nove vezes maior em adultos não imunizados do que entre aqueles que receberam a dose de reforço. Por isso seguimos trabalhando para imunizar 100% da população”, afirma.

O esquema primário é aquele composto por duas doses das vacinas Sinovac/Butantan, AstraZeneca/Fiocruz e Pfizer com seus respectivos intervalos entre as doses ou a dose única da Janssen. Já a vacinação completa é considerada aquela composta pelo esquema primário (duas doses ou dose única) mais a dose de reforço (para a população com mais de 18 anos de idade), que deve ser realizada a partir dos quatro meses para quem tomou as duas doses do esquema primário ou dos dois meses para quem tomou a dose única do esquema primário.

79% dos óbitos não receberam dose de reforço
Dados da DIVE apontam que, em Santa Catarina, entre 1º de novembro de 2021 e 28 de fevereiro de 2022, foram registrados 1.675 óbitos por Covid-19. Deste total, 1.304 (78%) acometeram idosos com 60 anos ou mais de idade; 357 (21%) foram em adultos de 18 a 59 anos; e 14 (1%) foram em menores de 18 anos de idade. 

O levantamento do Estado ainda mostra que, das 1.675 pessoas que vieram a óbito pela doença neste período, 1.329 (79%) não receberam a dose de reforço. Destas, 758 (45%) completaram o esquema primário e 571 (34%) não haviam recebido nenhuma dose ou estavam com o esquema primário incompleto.

Vacinação em Blumenau
Durante a semana, todas as pessoas acima de 5 anos, que ainda não iniciaram o esquema vacinal contra a Covid-19, devem procurar os Ambulatórios Gerais (AGs) e as unidades de Estratégia Saúde da Família (ESFs) com sala de vacina ativa para receber a primeira dose. A lista de locais está disponível no site da Prefeitura (blumenau.sc.gov.br/salasdevacina). Crianças de 5 a 11 anos que receberam a primeira dose da vacina no Centro de Pediatria da Policlínica, devem retornar ao local, no prazo indicado, para receber a segunda dose.

Por sua vez, neste fim de semana a vacinação ocorrerá no sábado, dia 19, no AG Velha, das 8h às 17h. No domingo, dia 20, não haverá vacinação nos Ambulatórios Gerais. A aplicação da segunda dose da vacina infantil, em crianças de 5 a 11 anos que estejam no prazo, ocorre tanto no sábado como no domingo, no Centro de Pediatria da Policlínica Lindolf Bell.

Assessor de Comunicação: João Vitor Korc

postada em 18/03/2022 11:58 – 3 visualizações

Comente com o Facebook