11.1 C
Balneário Camboriú
InícioParlamento SCMarlene apela a ministro por retirada de filme que promove crime de...

Marlene apela a ministro por retirada de filme que promove crime de pedofilia


A presidente da Comissão em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da Alesc, deputada Marlene Fengler (PSD), apresentou moção de apelo ao ministro da Justiça, Anderson Torres, solicitando que sejam adotadas providências para retirada do filme “Como se tornar o pior aluno da escola”. da grade da Netflix. pela existência de cena que incentiva e promove o crime de pedofilia, além de recomendar a reclassificação por idade.

No documento, a parlamentar destaca que a Comissão da Criança e Adolescente está atenta a quaisquer produções que exponham as crianças e adolescentes a informações inadequadas, como a cena do filme que afronta os artigos 241-C e 241-D do Estatuto da Criança e do Adolescente, configurando crime de pedofilia.

Além disso, o texto a ser encaminhado ao ministro, após deliberação em plenário, ressalta que a película tem classificação indicativa a telespectadores com idade de 14 anos, estando em desacordo com o estabelecido no Sistema de Classificação Indicativa Brasileiro, que não recomenda tal conteúdo para menores de 16 anos.

A produção foi lançada em 2017, mas causou polêmica após chegar à Netflix Brasil e, por conta disso, tornar-se mais popular. “Mesmo sendo uma obra de ficção, não podemos tornar comum e aceitar esse tipo de cena, sob pena de normalizar um comportamento criminoso e doentio. Em todo e qualquer ambiente, a responsabilidade precisa estar em primeiro lugar quando expomos crianças e adolescentes a informações e possíveis situações de risco ou violência. Pedofilia é crime e não pode ser banalizada em nenhuma circunstância”, disse a deputada.

Rossani Thomas
Assessoria de Imprensa Dep. Marlene Fengler
Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Fone: (48) 3221 2692 / (48) 9 9963 3236
[email protected]

Comente com o Facebook
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99805.5030
- Advertisment -

Mais Lidas

Enviar mensagem
Envie FOTOS, VÌDEOS, ÁUDIOS, DENÚNCIAS ou sugestões de pauta para a equipe da redação!