Camboriú atenta ao meio ambiente


Na noite de quinta-feira, dia 10, a Prefeitura de Camboriú, por meio da Fundação do Meio Ambiente de Camboriú (FUCAM), em parceria com à Secretaria de Desenvolvimento Social, deu início ao Programa Guardião, que visa envolver e despertar adolescentes de 12 a 15 anos de idade sobre a importância da educação ambiental e cuidados necessários com o meio ambiente. Ao todo 25 jovens estão participando do programa.

“Temos muito orgulho de estarmos entre os premiados no Prêmio Fritz Müller, na categoria de Turismo Ecológico e Sustentável, pois isso demonstra a nossa preocupação e responsabilidade que temos com o meio ambiente e com a nossa cidade. Todos que estão tendo a oportunidade de participar deste programa foram escolhidos para serem as sementes guardiãs da natureza, que crescerão e cuidarão do futuro da nossa Camboriú e do nosso planeta”, ressaltou o prefeito Elcio Rogério Kuhnen.

A 1° Tenente PM comandante do 4° Pelotão da 1ª Companhia do 1° Batalhão da Polícia Militar Ambiental, Brianna Tosetto de Souza, parabenizou o prefeito pela iniciativa e falou sobre a missão dos jovens guardiões. “É muito bom ver os pais acreditando nessa oportunidade e participando de projetos como este. Esses jovens têm a oportunidade de terem a missão de aprender e proteger o meio ambiente, mas principalmente eles poderão mudar o futuro, pois eles são os multiplicadores que serão a voz e o corpo da natureza”, avaliou a tenente.

Na ocasião o presidente da FUCAM, Valmor Dalago, explicou que os participantes receberão uniforme completo, alimentação nas datas dos encontros e vivência ambiental. “Escolhemos o gavião para ser o símbolo do projeto devido às características peculiares que a ave possui, tais como: visão e audição extremamente apuradas, muita força e enorme velocidade. Estamos muito felizes com este projeto que visa despertar nesses jovens uma visão amplificada, observadora e protetora para com a natureza”.

Os participantes são de famílias atendidas pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), pelo Centro de Convivência Adão da Rosa e pelo CRAS. Ao todo, serão 15 encontros que contarão com atividades educacionais voltadas para teoria e prática, ou seja, saídas a campo. A formatura dos jovens já está programada para o mês de junho.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Comente com o Facebook