Quase 40 mil estudantes voltam às aulas na Rede Municipal nesta segunda-feira (07)


Os quase 40 mil estudantes da Rede Municipal de Ensino retomaram as aulas nesta segunda-feira (07). No formato 100% presencial, as atividades nas 116 unidades escolares do município seguem os protocolos de prevenção à Covid-19, como o uso de máscaras, oferta de álcool em gel e fiscalização de aglomerações.

Na maior escola da rede, a Aníbal César, os quase 1,5 mil alunos voltaram às salas de aula e foram recepcionados com novos materiais escolares, colocados sobre as carteiras, de acordo com cada fase escolar. “Muito legal chegar na escola, rever os amigos e já receber o material novo. Vai ser de grande utilidade para o meu ano escolar”, afirmou o estudante do 5º ano, Kadu Pedro Nunes.

A unidade do bairro São Vicente também reforçou as medidas preventivas:

“Na hora da merenda teremos grupos de professores orientando os alunos a manter o distanciamento social, pois este é o momento em que os alunos precisam retirar as máscaras. Também serão feitas escalas para o intervalo, por turmas, para que essa medida sanitária seja respeitada”, destaca a diretora da Escola Básica Aníbal César, Elenice Furtado.

R$ 5,5 milhões investidos em novos uniformes

Os uniformes escolares também serão disponibilizados a todos os estudantes do Município, diretamente na unidade em que estudam. O cronograma com as datas das entregas para as unidades escolares deverá ser divulgado ainda nesta semana. A entrega é organizada por polos e vai iniciar pelos bairros Itaipava, Limoeiro e Campeche.

Quando a Secretaria de Educação finalizar a entrega dos uniformes de verão, começa a distribuição dos uniformes de inverno (previsão para final de março/início de abril). O investimento neste ano com os uniformes para estudantes é de R$ 5,5 milhões.

Investimento na infraestrutura das unidades

Além dos investimentos em uniformes e materiais escolares, em 2022 duas novas unidades de ensino iniciam as atividades com o atendimento de 271 crianças nos bairros São Vicente e Campeche. O Centro de Educação Infantil (CEI) Katiuscia da Graça Vicente, no Campeche já começou a atender 71 alunos da Educação Infantil nesta segunda-feira (07). O nome da nova unidade é uma homenagem a uma professora da Rede Municipal de Ensino que faleceu em abril do ano passado, vítima da Covid-19.

Já o CEI Vereador Elói Camilo da Costa, no loteamento Nilo Bittencourt, deve ter a obra finalizada até o final do mês de março. O espaço com 10 salas de aula irá contemplar 200 crianças. Outra obra que abriu novas vagas para a Educação Infantil é a do CEI João Sandri, do bairro Cidade Nova. A unidade teve a ampliação de três novas salas de aula e, com isso, já passou a atender 50 novos alunos neste primeiro dia letivo de 2022.

Oito unidades estão com obras de infraestrutura em andamento. O Centro de Educação Infantil (CEI) Graziela Vieira, do bairro Itaipava, o CEI João Victorino, do bairro São Vicente, e a Escola Básica Mansueto Très, do Bambuzal, devem ter os trabalhos concluídos até o final de março. Já o Centro Educacional Professor Cacildo Romagnani, no São Vicente, e as escolas Padre Pedro Baron e João Paulo II, do bairro Cordeiros, e Maria Dutra Gomes, do Dom Bosco, terão as reformas e ampliações entregues ainda no primeiro semestre deste ano.

A Biblioteca Pública Municipal e Escolar Noberto Cândido Silveira Júnior é outro espaço que recebe reforma geral. A obra deve ser entregue para a comunidade em maio de 2022.

Novas obras em 2022

Além disso, duas unidades de ensino recebem obras de reforma e ampliação desde o mês de janeiro deste ano. O CEDIN Napoleão de Souza, do bairro São Vicente, receberá nova cobertura, ampliação do refeitório e do pátio coberto e algumas alterações na parte administrativa. Também serão substituídos forros, esquadrias e revestimentos e feita a repintura da unidade, além de pavimentação do pátio e da quadra. A obra deve ser concluída em 150 dias. O investimento é de quase R$ 450 mil.

Já a reforma do CEI Vereador Otávio Cesário Pereira, localizado na Murta, deve levar 240 dias, com substituição da cobertura, pisos, revestimentos, forros, esquadrias, além de nova parte elétrica. Será construído ainda um espaço coberto para recreação e educação física, além de um lactário. As melhorias nesta unidade custarão quase R$ 1,5 milhão.

“Nós temos investido muito na parte estrutural da nossa educação – só neste ano serão aproximadamente R$ 14 milhões – e vamos investir muito mais até o final do governo. Já estamos fazendo, inclusive, a planta de uma escola grandiosa para a comunidade do Santa Regina. Será um complexo totalmente integral, com oferta de vagas também para a educação infantil”, destaca a secretária de Educação de Itajaí, Elisete Furtado Cardoso. 

Comente com o Facebook