15 C
Balneário Camboriú
InícioPolíticaDeputados cobram políticas públicas permanentes de enfrentamento às estiagens

Deputados cobram políticas públicas permanentes de enfrentamento às estiagens


A segunda sessão plenária de 2022, realizada na manhã desta quinta-feira (3), teve como foco os pedidos pela criação de políticas públicas permanentes para o enfrentamento dos efeitos adversos ocasionados por estiagens.

O tema foi levado à tribuna pelo deputado Padre Pedro Baldissera (PT). O parlamentar argumentou que as secas são recorrentes no estado, com registros neste sentido remontando há pelo menos duas décadas, e que a questão exige uma ação mais ampla e duradoura por parte do Estado.

Neste ano, disse, o problema encontra-se especialmente agravado, sobretudo no Oeste e Extremo Oeste.  Como exemplo, ele citou que pequenos produtores de leite dessas regiões já estão tendo que se desfazer dos seus plantéis por falta de milho e soja para prover a alimentação dos animais, o que tem ocasionado a perda da fonte de sustento de inúmeras famílias.

Padre Pedro argumentou ainda que, apesar de geralmente ocorrer com mais intensidade em determinadas localidades, a estiagem afeta toda a sociedade, não só pela diminuição da oferta de alimentos e perda de arrecadação do Estado e municípios, mas também por provocar êxodo do meio rural para as grandes cidades.

“Não dá mais. Nós estamos impossibilitados de continuar desta forma. Temos que pensar em um novo modelo de agricultura, com novas estruturas, com novas ações, com novas políticas, para que o recurso de fato chegue lá na ponta, no agricultor que está lá passando pela estiagem”, frisou.

Outro deputado que se manifestou sobre a questão foi Silvio Dreveck (PP). Ele  observou que a ocorrência rotineira do fenômeno climático impacta principalmente os pequenos produtores que não contam com mecanismos como o associativismo e que o problema vem impedindo também o desenvolvimento do potencial agropecuário dos municípios do Planalto Norte.

Dreveck cobrou do governo ações emergenciais em auxílio aos agricultores que tiveram perdas de produção e a criação de programas públicos mais abrangentes e de caráter continuado para o enfrentamento da estiagem.

Homenagem a Antonio Plínio de Castro
Ainda em seu pronunciamento, Silvio Dreveck prestou uma homenagem a Antonio Plínio de Castro, falecido no dia 29 de janeiro, em Chapecó, aos 60 anos.

Em sua fala, Dreveck destacou que Castro deixou um grande legado em prol da sociedade catarinense, tendo exercido mandatos de vereador e prefeito de São José do Cedro e atuado como secretário de Estado para o Desenvolvimento do Oeste e deputado estadual. Na ocasião do falecimento, ele presidia a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).

O parlamentar qualificou Castro como um “grande líder e guerreiro”, que se caracterizava pela lealdade, honestidade, competência e qualificação, bem como pelo seu comprometimento com familiares e amigos.

“Quero aqui, em nome do Partido Progressista, onde [Antonio Plínio de Castro] fez sua carreira política, prestar o nosso agradecimento, o nosso reconhecimento ao seu legado. Para a sua esposa e filhos, o nosso muito obrigado. Que Deus o acolha na glória eterna.”

Comente com o Facebook
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99805.5030
- Advertisment -

Mais Lidas

Enviar mensagem
Envie FOTOS, VÌDEOS, ÁUDIOS, DENÚNCIAS ou sugestões de pauta para a equipe da redação!