Marcos Vieira tem mandato municipalista e de grandes realizações


O ano de 2021 para o mandato do deputado Marcos Vieira (PSDB) foi de confirmação do municipalismo e da concretização de grandes conquistas, especialmente na infraestrutura estadual. Presidente da Comissão de Finanças e Tributação da Alesc, Marcos Vieira ainda teve, pelo segundo ano, o gabinete mais movimentado da Assembleia Legislativa, de acordo com os cadastros realizados pela própria Alesc.

Atendendo com recursos cerca de 240 municípios, especialmente destinados para a Saúde, Educação e Obras, o mandato ainda destinou especial atenção para o turismo e ações para alavancar a economia catarinense. Mas os grandes feitos foram voltados para a ampliação da infraestrutura viária, com o lançamento de editais de diversas obras rodoviárias, que vão criar novos corredores entre municípios e entre os Estados, favorecendo o escoamento da produção do agronegócio, ajudando a baratear custos de frete, combustível e aumentando a competitividade catarinense.

Integrante da Bancada do Oeste, que reúne outros 14 deputados de diversas siglas partidárias, Marcos Vieira também atua fortemente no Sul, Região do Planalto, Alto e Médio Vale, além da Grande Florianópolis.

Ao longo de 2021, passaram pelo gabinete 302 da Alesc integrantes e representantes de todas as categorias de servidores estaduais, quando o deputado Marcos Vieira, que fez parte da Comissão Mista de acompanhamento, atuou fortemente nos ajustes necessários para o entendimento com o governo do Estado a fim de garantir o reajuste salarial dos servidores.

Outra comissão da qual o deputado Marcos Vieira fez parte foi a do impeachment que julgou o governador Carlos Moisés inocente das supostas irregularidades.

Relator das principais leis do estado
O deputado Marcos Vieira ainda foi o relator das principais leis que tramitam na Alesc anualmente como a Lei Orçamentária Anual (LOA), o Plano Plurianual (PPA) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Em seu quarto mandato como deputado estadual e como profundo conhecedor da realidade dos 295 municípios catarinenses, Marcos Vieira ainda se consolidou como palestrante, reunindo plateias diversas como lideranças empresariais, políticas ou de estudantes, com o tema “Santa Catarina, um Gigante”, que destrincha os potenciais e os desafios de todas as regiões do nosso Estado.

O mandato do deputado Marcos Vieira também não esqueceu de quem fez ou continua fazendo a diferença pelo desenvolvimento do Estado. Prova disso foram homenagens para fundadores, prefeitos, vice-prefeitos e presidentes das Câmaras de Vereadores dos municípios de Pinhalzinho, Saudade e Modelo, durante uma sessão solene proposta e presidida pelo próprio deputado Marcos Vieira, na cidade de Pinhalzinho, em homenagem aos 60 anos de emancipação político e administrativa dos municípios.

Outro homenageado foi o empresário e ex-prefeito de Xanxerê Bruno Bortoluzzi, este com a Comenda do Legislativo, a maior honraria concedida pelo parlamento e que reconhece os feitos dos homenageados em prol dos catarinenses.

Em memória da cultura, o deputado Marcos Vieira foi o autor da lei que denomina o trecho da SC-390, entre Concórdia e Piratuba, de Bruno Montanari, fundador do Grupo Os Montanari, falecido em 2009.

Sonhos que começam a sair do papel

  • SC-350

Rodovia que vai ajudar a alavancar o desenvolvimento do Estado é a pavimentação da SC-350, entre Abelardo Luz e Passos Maia. Bandeira do mandato do deputado Marcos Vieira, o parlamentar participa das ações em favor da pavimentação desde 2009.

  • SC-156

A pavimentação e implantação da rodovia SC-156, entre o município de São Domingos e a cidade de Mariópolis, divisa com o Paraná, com investimento por parte do governo do Estado de R$ 98 milhões, é outra obra que está no plano de ação do mandato do deputado Marcos Vieira há mais de uma década. Com a rodovia, mais um importante corredor de ligação entre o Rio Grande do Sul e o Paraná, passando por Santa Catarina será formado.

  • SC- 370

Um novo corredor turístico para a Serra Catarinense será formado com a pavimentação da SC-370, que liga Rio Rufino a Urubici. A autorização para a obra foi dada na comunidade de Consolação, em Urubici. Com um salão lotado, a comunidade prestigiou a assinatura do documento que vai possibilitar a pavimentação de 29 quilômetros entre os municípios e o fim de uma espera de mais de 40 anos.

  • SC-108

A pavimentação dos 23 quilômetros entre Anitápolis e Santa Rosa de Lima será realizada. A obra é esperada há mais de cinco décadas. É a primeira ligação entre o Sul do Estado e Florianópolis. A SC-108 é bastante sinuosa, por isso estima-se que o valor para sua pavimentação alcance os R$ 100 milhões.

  • SC-154

A SC-154 é uma das rodovias mais antigas do Oeste Catarinense e por muitas décadas foi à principal porta de insumos para os frigoríficos Seara e da Sadia. O trecho em questão, entre Ipumirim e Vargeão, tem 28 quilômetros. Há alguns anos, por solicitação do vereador Mauro Gabardo, o deputado já havia apresentado na Assembleia Legislativa projeto que denomina este trecho como “Rodovia da Imigração”. A pavimentação foi autorizada para ser executada em 2022.

  • Serra do Corvo Branco

Defensor de uma das obras mais importantes para o desenvolvimento do Sul do Estado, o Túnel na Serra do Corvo Branco será um marco para Santa Catarina. Um dos primeiros defensores do projeto, Marcos Vieira teve seu pleito atendido pelo governo do Estado, que fará os estudos para identificação da viabilidade financeira. Com um túnel, cria-se uma ligação de escoamento para a produção do agronegócio com o Porto de Imbituba.

  • SC-484

Foi autorizada a pavimentação da SC-484, que liga os municípios de Guatambu e Caxambu do Sul. O trecho, uma demanda de quase 40 anos na região, é uma bandeira de muitos anos do mandato do deputado, que inclusive em 2009 aprovou a lei que denomina o trecho de Rodovia Rodesindo Pavan.

  • SC-443

Os 5,7 quilômetros da SC-443, entre as comunidades de São Bonifácio e São Francisco, em Nova Veneza vão ser pavimentados.

  • SC-492

No dia 4 de janeiro de 2022, Marcos Vieira esteve em roteiro nas cidades de Romelândia e São Miguel da Boa Vista entregando a autorização para a pavimentação da rodovia que liga os dois municípios. Obra esperada há muitos anos e que com a ajuda do deputado Marcos Vieira está saindo do papel.

  • Palmeira a Correia Pinto

Um novo corredor viário que vai beneficiar o escoamento da produção do Oeste e da Serra Catarinense deve sair do papel. A pavimentação de quase 27 quilômetros entre Palmeira e Correia Pinto foi tema de diversas reuniões coordenadas pelo deputado.

Concórdia ganha maior obra pública das últimas décadas
Em março de 2021, comitiva de Concórdia recebeu das mãos do governador Carlos Moisés, secretário Thiago Vieira e deputado Marcos Vieira a confirmação da obra, que será a maior da história do município. A obra, avaliada em cerca de R$ 35 milhões, está saindo do papel por causa da intermediação feita pelo deputado Marcos Vieira com o governo do Estado, a pedido do prefeito Rogério Pacheco.

Xanxerê terá pavimentação
Foi no gabinete do deputado Marcos Vieira que o prefeito de Xanxerê Oscar Martarello recebeu a confirmação do governo do Estado sobre a pavimentação da estrada que liga Xanxerê a Cambuinzal. O anúncio foi feito pelo chefe da Casa Civil, Eron Giordani.

Pavimentação em Ponte Serrada
O deputado estadual Marcos Vieira liberou R$ 1 milhão para a pavimentação asfáltica de um trecho da paralela à BR-282 em Ponte Serrada.

Combate à estiagem e incentivo ao turismo
O enfrentamento de um problema crônico para o agronegócio catarinense ganha um reforço considerável com a aplicação de R$ 300 milhões ao longo dos próximos três anos. Com a aquisição de cisternas, construção de açudes e ações de conscientização, o combate à seca teve apoio fundamental do deputado Marcos Vieira, presidente da Comissão de Finanças e Tributação, em conjunto com a Bancada do Oeste.

Incentivados por Marcos Vieira, o governo do Estado e oito municípios firmaram acordo para identificar as potencialidades do turismo. Prefeitos, vices e lideranças de Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, Angelina, Anitápolis, São Bonifácio, Rancho Queimado, São Pedro de Alcântara e Alfredo Wagner assinaram o acordo com a Santur e o Sebrae para identificar o que cada município tem de melhor e assim preparar um plano integrado e regional, para que a iniciativa privada possa fazer investimentos já sabendo de quais as características de cada um. O projeto ainda vai ser replicado em outras regiões do estado.

Aduana mais ágil
A privatização da Aduana de Dionísio Cerqueira vai gerar uma série de oportunidades para todo o Grande Oeste e para Santa Catarina, pois será uma aduana mais ágil, com condições de competir com outros estados nas facilidades de receber e despachar cargas. Como integrante ativo do movimento A Aduana é Nossa, que ganhou força a partir de 2018, o deputado Marcos Vieira defende que a iniciativa vai facilitar as exportações do Estado para a Argentina e Chile e com isso, o Estado também pode ter melhorias nas rodovias BR-163, BR-282 e BR-470, pois aumentará o fluxo de caminhões e a necessidade de investimentos viários.

Municipalismo
A tese de que os municípios precisam receber mais tanto do Estado quanto da União pautam o mandato do deputado Marcos Vieira. O parlamentar presidiu uma audiência pública que debateu a Proposta de Emenda à Constituição 4/2021, que trata da distribuição de ICMS aos municípios. O evento, na Alesc, reuniu dezenas de prefeitos, a Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) e deputados.

Para o deputado Marcos Vieira, a presença de prefeitos, especialmente dos pequenos e médios municípios, mostrou a importância do debate e de fazer justiça com os municípios que sofrem com a falta de recursos, e que são exatamente os que têm menos de 40 mil habitantes, a grande maioria do nosso Estado.

Incentivo à produção leiteira
Como integrante da Bancada do Oeste, o deputado Marcos Vieira defendeu e conquistou a instalação do Laboratório do Leite, na cidade de Pinhalzinho, o primeiro no Estado. Sendo o quarto produtor do leite do Brasil, Santa Catarina precisa recorrer aos outros estados para análises e para a elaboração de outros produtos.

Com um valor de R$ 30 milhões, fruto de uma emenda coletiva dos deputados da Bancada do Oeste, a obra poderá ser iniciada já no primeiro trimestre de 2022 e será feita no campus da Udesc, já instalado em Pinhalzinho. O projeto consolida a Rota de Integração do Leite na faixa de fronteira de SC, onde estão 82 municípios que respondem por 78% da produção estadual.

Energia de qualidade
O desenvolvimento dos pequenos e médios municípios enfrenta um entrave que o deputado Marcos Vieira decidiu enfrentar: a falta de energia elétrica de qualidade, ou as redes trifásicas insuficientes para atender a demanda, especialmente no Grande Oeste, onde estão as pequenas e médias propriedades rurais. Para isso, o deputado passou o ano de 2021 em tratativas com a Celesc e com o governo do Estado para conseguir recursos para a transformação das redes de energia monofásicas em trifásicas, totalizando quase 3 mil quilômetros. Além disso, também efetuou tratativas para que a melhoria aconteça para a população atendida pelas cooperativas, ajudando a troca de equipamentos antigos por mais modernos.

Comunicação Deputado Estadual Marcos Vieira – PSDB
Giancarlo Baraúna
(48) 9 9919-0691
Rodrigo Braga
(48) 9 9919-0592
Facebook: www.facebook.com/deputadomarcosvieira
Instagram: deputadomarcosvieira

Comente com o Facebook