Preço médio da gasolina apresenta redução no mês de janeiro em Itajaí


A primeira pesquisa de 2022, realizada pela Procuradoria Municipal de Defesa do Consumidor de Itajaí (Procon) na última quarta-feira (13), apontou que o preço médio da gasolina e do etanol sofreram redução em comparação com dezembro. Por outro lado, o diesel e o GNV apresentaram um aumento considerável na média de valores. As variações de preço foram pesquisadas pelos fiscais do órgão de proteção em 45 postos de combustíveis situados no município.

A gasolina comum apresentou uma redução de 1,74% no preço médio no início de janeiro deste ano, passando de R$ 6,53 para R$ 6,42 em comparação ao mês anterior. Já a gasolina aditivada teve queda de 1,60% e foi de R$ 6,66 para R$ 6,55. O etanol passou de R$ 6,17 para R$ 6,00, o que representa redução de 2,78%.

Em janeiro, os maiores aumentos foram no diesel e no GNV. O diesel comum, por exemplo, apresentou um aumento médio de 5,96%, passando de R$ 5,18 para R$ 5,49. O diesel S-10 seguiu a alta e passou de R$ 5,25 para R$ 5,49, tendo uma variação de 4,61%. O GNV foi o combustível com a maior alta: o valor foi de R$ 4,39 para R$ 5,04, o que representa acréscimo de 14,80% quando comparado aos preços de dezembro de 2021.

Conforme o Procon, a variação dos preços está fortemente ligada ao tipo de pagamento. Por isso, o órgão recomenda que aos consumidores fiquem atentos à diferença de valores entre os pagamentos em dinheiro, cartão de débito e cartão de crédito. A cobrança não é ilegal, mas deve ser informada ao motorista. No caso do diesel comum, por exemplo, a média de preço aumentou R$ 0,11 o litro em razão da forma de pagamento.

O órgão municipal orienta os consumidores e recebe denúncias das 13h às 18h na avenida Joca Brandão, nº 655, bairro Centro, e pelos telefones 151 ou (47) 3349-6147. Os cidadãos podem acessar também o site do Procon (procon.itajai.sc.gov.br) para obter informações e entrar em contato com o órgão. 

Comente com o Facebook