Balanço 2021: trabalho e superação garantem fornecimento de energia de qualidade para SC


 Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News 

O ano de 2021 foi novamente atípico e repleto de incertezas. Além dos efeitos remanescentes da pandemia de coronavírus e das intempéries climáticas que atingiram o estado, a escassez hídrica impôs novos desafios para o setor energético em Santa Catarina. Mesmo assim, a Celesc superou as expectativas e seguiu firme no compromisso de fornecer energia elétrica com qualidade e segurança.   

Apenas no último ano, os investimentos da empresa em obras, melhorias, materiais e equipamentos, além de serviços, somaram cerca de R$ 608 milhões. Desse total, estão sendo destinados aproximadamente R$ 225 milhões para a instalação de redes elétricas de média e baixa tensão e R$ 185 milhões para melhorias no sistema elétrico de alta tensão (subestações e linhas de transmissão, com benefícios para o atendimento de todas as regiões do território catarinense). 

Em 2021, os recursos para manutenção do sistema elétrico somaram R$ 129 milhões e, destes, R$ 20 milhões foram destinados à limpeza de faixa, poda e roçada de vegetação. Esse é um dos investimentos mais importantes para o Verão, tendo em vista que a vegetação que alcança a rede elétrica em temporais é causa de 35% das ocorrências no sistema.  

A rede elétrica também foi inspecionada com “termovisores”, equipamentos que permitem, por meio da análise da temperatura local, identificar preventivamente pontos de desgaste (em chaves, emendas e conexões), possibilitando a substituição de itens antes da falha. A inspeção foi realizada em 85% dos troncos de alimentadores que somam mais de 7,5 mil quilômetros de rede.   

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News Foto: Caio Cezar/Celesc

Com gestão estratégica e o trabalho incansável dos seus mais de 7 mil empregados (próprios e terceiros), a Companhia fechou 2021 com excelentes indicadores de continuidade de energia. O DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) ficou abaixo de 10 horas, e o FEC (Frequência Equivalente de Interrupção de Energia) ficou abaixo de 7,00, considerando uma janela móvel de doze meses (em novembro/2021 o DEC registrado foi de 9,91 e o FEC 6,68).  

O grande destaque do ano foi, novamente, o Programa Celesc Rural, por meio do qual foram realizadas cerca de 1.000 obras para substituir redes monofásicas nuas por redes monofásicas ou trifásicas com cabos protegidos, atingindo 1.500 quilômetros do território catarinense. O investimento no programa já soma cerca de R$ 280 milhões, incluindo as obras concluídas, em andamento e licitadas. Ao todo, serão beneficiadas 220 mil propriedades rurais catarinenses em cerca de 3 mil quilômetros no estado. As melhorias proporcionadas pelo Celesc Rural possibilitam ao produtor a instalação de equipamentos mais potentes e modernos para a realização de suas atividades, contribuindo para o aumento da produção e trazendo uma nova realidade ao agronegócio, setor que faz de Santa Catarina referência mundial.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News 

A substituição de redes monofásicas por trifásicas ocorre nas localidades em que é constatado grande crescimento da carga instalada. Os cabos protegidos também estão sendo instalados nas regiões com áreas de reflorestamento. Esses cabos contam com capas protetoras e garantem maior robustez na rede, aumentando o isolamento do sistema e minimizando a atuação de fatores externos. Assim, a combinação da instalação de cabos protegidos e de religadores automáticos aumentam substancialmente a confiabilidade da distribuição de energia elétrica, garantindo um serviço com menor interrupção possível ao consumidor rural. Essas ações aumentam a confiabilidade da distribuição de energia elétrica.   

Importante também destacar em 2021 a inauguração da ampliação da PCH Celso Ramos, um investimento de R$ 40 milhões de reais para aumentar a capacidade instalada, que passou de 5,62 MW para 13,92 MW e a construção da 1ª Usina Solar da Celesc, que opera com 28 kWp de potência instalada. A Usina Solar Celso Ramos, classificada como microgeração, injetará energia na rede de distribuição da companhia e que se transformará em créditos para a Celesc Geração.  

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Destaque ainda para o resultado da Revisão Tarifária Periódica da Celesc Distribuição deste ano, com efeito médio ao consumidor de 5,65%, considerando consumidores de toda a área de concessão da empresa. O reajuste ficou bem abaixo das empresas de porte similar e dos índices de inflação. Importante frisar a ação judicial promovida pela Companhia, visando repassar, de forma extraordinária, a cobrança de PIS/COFINS sobre a base de cálculo do ICMS, que totalizou um repasse de quase R$ 800 milhões ao consumidor – a melhor revisão tarifária da Companhia: o reajuste foi de 5,65% (abaixo da inflação do período). As glosas sobre os investimentos da Companhia passaram de 15% para 0,12%. Caso não fosse realizado o repasse de valores decorrentes deste crédito pela Celesc aos consumidores, o efeito do reajuste na tarifa seria superior a 14%.  

A empresa, que acaba de completar 66 anos, mantém o reconhecimento pelo setor e consumidores como uma das melhores distribuidoras de energia elétrica do país. A comemoração ocorre no momento em que projetos e programas para melhorar a qualidade de vida dos catarinenses ganham destaque. A empresa foi finalista do Prêmio ANEEL de Qualidade  nas categorias Região Sul e Brasil entre as 31 concessionárias que atendem mais de 400 mil unidades consumidoras (UCs). A premiação tem como objetivo destacar as distribuidoras mais bem avaliadas, resultantes de pesquisa de opinião realizada com os clientes de energia elétrica em todo o Brasil.  

A Celesc também foi reconhecida no Prêmio ABRADEE como a terceira melhor distribuidora de energia elétrica avaliada pelos clientes, entre as 31 concessionárias de todo o país que atendem mais de 500 mil unidades consumidoras (UCs). 

Investimentos 2019 a 2021  

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Os investimentos da distribuidora nos últimos três anos já somaram R$ 1,7 bilhão, sendo 1,2 bilhão só na área de distribuição. De 2019 a 2021 foram construídas 7 subestações, 9 linhas de distribuição e ampliação e melhorias em outras 14 subestações. Neste período, cerca de 929 MVA foram inseridos no sistema de distribuição em novas subestações e em ampliações de subestações, o que corresponde a aproximadamente dobrar a capacidade de distribuição para o consumo de todas as indústrias do estado de SC. Cerca de R$ 38 milhões foram investidos em veículos (2019-2021), 512 eletricistas contratados + 260 técnicos (2019-2021). 

Ainda em 2021, o trabalho de combate às fraudes e irregularidades também foi intenso. Em parceria com as Polícias Civil e Militar, o Instituto Geral de Perícias e o Ministério Público, as ações estratégicas realizadas para enfrentar esse tipo de perda envolveram os Núcleos e as Unidades da Celesc em todo o estado, com equipes exclusivas para a fiscalização. 

Os excelentes resultados técnicos e econômico-financeiros da Companhia posicionam a Celesc como empresa de ponta no setor elétrico, assim como os indicadores técnicos que estão atendendo o contrato de concessão. Atualmente, são cerca de 160 mil quilômetros de redes elétricas, 4,7 mil quilômetros de linhas de distribuição, 1,7 milhão de postes, 188 mil transformadores e 176 subestações da Celesc, além das 254 lojas de atendimento.  

Para 2022, foram aprovados R$ 1,067 bilhão em novos investimentos para garantir a excelência na prestação dos serviços de distribuição e geração de energia para atender 3,2 milhões de unidades consumidoras em 285 municípios de Santa Catarina e no município de Rio Negro, no Paraná.  

Destaques de 2021  

A cidade de Araranguá é a primeira com medição inteligente de energia – Um projeto pioneiro, que dá o primeiro passo para inserir Santa Catarina no mapa das smartcities (cidades inteligentes), começou a ser desenvolvido em julho pela Celesc, em Araranguá, no sul do Estado. Com investimento aproximado de R$ 23 milhões, o projeto-piloto irá substituir medidores de energia convencionais por equipamentos inteligentes, que disponibilizam dados sobre a qualidade da energia que chega ao cliente, permitindo a melhor gestão do seu consumo e perdas, bem como a realização de alguns serviços comerciais de maneira remota, proporcionando a identificação instantânea de ocorrências na rede elétrica, dando mais agilidade aos atendimentos.  

Inauguração Subestação em Chapecó, no Oeste Catarinense – Em 23 de Julho, a Celesc inaugurou uma subestação (Chapecó III) na cidade de Chapecó, localizada no Oeste de Santa Catarina. Com isso, a Companhia busca garantir um fornecimento de energia elétrica de qualidade pelos próximos 20 anos na região.  

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Lançamento Política de Diversidade e Inclusão – Em setembro, por meio de sua área de responsabilidade Social, a Celesc fez o lançamento da Política de Diversidade e Inclusão. Participaram do evento representantes do BID, Ethos, Abradee, Childhood Brasil, Abrinq, ODS Santa Catarina, entre outras instituições. Nesse sentido, a Celesc reforça sua posição, como Empresa, para disseminar internamente a cultura de diversidade, trazendo mais dinamismo e produtividade, e, ainda, atuando como indutora do desenvolvimento catarinense, ajudando a construir uma sociedade mais justa e humana.  

Campanha Nacional “Consumo Consciente Já”- Com a intenção de unir esforços para que todos contribuam com a segurança do fornecimento de energia elétrica no momento da pior crise hídrica dos últimos 91 anos, o Ministério de Minas e Energia (MME), a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee) e suas associadas, lançaram, em setembro, a campanha nacional “Consumo Consciente Já”, veiculada nos canais oficiais da Celesc, emissoras de rádio, TV e mídias digitais, contendo dicas simples, mas efetivas, para que a população possa contribuir com essa importante causa para todos.   

Projeto Eletroposto Celesc – O projeto Eletroposto Celesc é uma parceria da Celesc Distribuição com a Fundação CERTI, com financiamento do programa de P&D da ANEEL, para a difusão do conceito da mobilidade elétrica no estado de Santa Catarina e no país ao estabelecer uma infraestrutura de recarga veicular que engloba mais de 680 km de extensão cobertos com 8 estações de carregamento rápido e mais 22 estações semirrápidas em cidades de todas as regiões do estado de Santa Catarina. Além disso, trabalhamos com o objetivo de integração dos três Estados da região Sul, abrindo caminho para interligação a nível Mercosul através da Argentina. Com isso, o projeto proporcionará infraestrutura de recarga que abrange 75,0% do Estado.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News   

Investimento em tecnologia com instalação de novos totens de atendimento em SC – Visando aprimorar a prestação de serviços aos clientes, a Celesc investiu em 85 novos totens de auto e vídeo atendimento, que foram instalados em 49 lojas da empresa espalhadas por todas as regiões de Santa Catarina. Os novos equipamentos são mais modernos e abrem possibilidade para novas funcionalidades como pagamento com cartão e segunda via de fatura. A instalação foi concluída no mês de setembro.  

Chamada Pública Seleção de Projetos – Este ano, a Celesc selecionou 31 projetos para receber os incentivos fiscais referentes à Chamada Pública para Projetos Culturais e Esportivos, referente ao exercício de 2021. Nesta edição, o investimento foi de R$ 3,2 milhões em iniciativas de todas as regiões do estado, sendo R$ 2,6 milhões para 22 projetos culturais e R$ 659 mil para 9 projetos esportivos. Serão atendidas propostas aprovadas pela Lei Federal de Incentivo à Cultura nas modalidades artes cênicas, música e audiovisual, e pela Lei de Incentivo aos Esportes na modalidade de Desporto Educacional. 

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Imprensa 
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. – Celesc 
E-mail: [email protected] 
Atendimento 24h: 0800-480120
Site: www.celesc.com.br

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook