Prefeitura alerta sobre caravelas e águas-vivas nas praias de Balneário Camboriú


Com as temperaturas altas do verão, a água do mar também fica mais quente, favorecendo o surgimento de águas-vivas e caravelas nas praias de Balneário Camboriú. Nesta quinta-feira (30), foi encontrada na areia da Praia Central algumas caravelas-portuguesas, que são organismos marinhos com o corpo gelatinoso.

Esses animais são jogados para a praia em razão dos ventos e das correntes. Apesar de o fenômeno ser natural e comum, os banhistas devem evitar tocar nos organismos, pois eles liberam toxinas, que podem causar irritação forte, dor intensa e queimaduras de terceiro grau.

Em caso de contato, a pessoa deve lavar a área da pele atingida com a própria água do mar ou com vinagre. Ela jamais deve usar água doce, nem esfregar a região afetada. Se a dor e a vermelhidão não passarem com as horas, a pessoa deve procurar atendimento médico.

Centro de Controle Operacional

Visando atender as demandas de saúde dos banhistas da Praia Central, a Prefeitura de Balneário Camboriú montou uma estrutura localizada na altura da Praça Almirante Tamandaré, com atendimento 24 horas. O Centro de Controle Operacional (CCO) atua como um serviço de resposta rápida em diferentes áreas, principalmente saúde e segurança. Caso ocorra algum imprevisto na faixa de areia, moradores e turistas podem procurar ajuda no CCO.

_________________________

Secretaria do Meio Ambiente
(47) 3363-7145

Diretoria de Comunicação
Estagiária de Jornalismo: Isabela Benincasa Monico
Fotos: Divulgação
(47) 3267-7022

www.bc.sc.gov.br           www.instagram.com/prefeituradebc               

FOTOS

Comente com o Facebook