Secretaria de Saúde de Chapecó emite alerta de Influenza


A Secretaria de Saúde de Chapecó emitiu nesta quinta-feira um alerta sobre a circulação do vírus da Influenza A em Chapecó. De acordo com o secretário de Saúde do Município, foi identificado ontem o primeiro caso do H3N2 em Chapecó. No estado já são 33 casos. Trata-se uma mulher adulta.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Lilian Galão, o resultado demorou cinco dias e a paciente já está bem de saúde. Ela ressaltou que os sintomas e cuidados são parecidos com os da Covid.

Por isso, se alguém fizer o teste da Covid, que está disponível no Verdão e UPA, e der negativo, tem chance de ser Influenza. A transmissão se dá através de gotículas respiratórias ao falar, tossir, espirrar.

Sinais e sintomas:

• Febre de início súbito e persistente

• Comprometimento das vias aéreas superiores, como tosse seca e dor de garganta

• Mal-estar e fadiga

• Mialgia

• Cefaleia

Orientações e recomendações:

1. Intensificar as medidas de prevenção: etiqueta da tosse, lavagem das mãos, uso de máscaras, manter ambientes arejados, distanciamento, uso de álcool gel;

2. Intensificar a vacinação contra a influenza: a vacina está disponível em todas as unidades de saúde do município e no Vacimóvel;

3. Afastamento dos pacientes com Síndrome Gripal. Se estiver com sintomas não deverá sair de casa;

4. Procurar os serviços de saúde para atendimento e início do tratamento, em especial idosos, gestantes, crianças e pacientes com comorbidades. O tratamento com antiviral (Fosfato de Oseltamivir), de maneira precoce, pode reduzir a duração dos sintomas e, principalmente, a redução da ocorrência de complicações da infecção pelo vírus influenza.

Comente com o Facebook