Placa que sinaliza a presença dos indígenas em SC é instalada em Itajaí

- PUBLICIDADE -


Ocorreu na tarde desta quarta-feira (15) a instalação e inauguração da placa de sinalização que marca presença dos indígenas em Santa Catarina. O material traz pictogramas correspondentes às três principais etnias que habitam o território catarinense: Kaingang, Laklãnõ/Xokleng e Guarani. As demarcações visuais descritivas deixam explícita a presença dos povos originários no estado. A placa foi instalada temporariamente, como intervenção artística de autoria de Silfarlem Oliveira, na lateral do Museu Histórico de Itajaí.

- PUBLICIDADE -

A intervenção integra o projeto “Companhia Descolonizadora”, selecionado na categoria Bolsa Produção do 15º Salão Nacional de Artes de Itajaí. A proposta inicia por Itajaí e deve ser aplicada em outros diversos pontos do estado. A placa traz dizeres em tupi e macro-jê, dando as boas-vindas ao território Abya Yala e pictogramas com representações gráficas das três etnias.

O artista explica que o projeto contempla todo o processo, desde a confecção da placa, transporte, montagem, posicionamento e inauguração. A placa foi colocada e será retirada pelo próprio Silfarlem, do local, na noite desta quarta-feira, após a live de encerramento do 15º Salão Nacional de Artes, que contará com a apresentação dos trabalhos desenvolvidos ao longo dos 30 dias do evento, na categoria Bolsa de Produção, sob acompanhamento da equipe curatorial do salão.

“Todo o processo faz parte da intervenção. Eu sou o caixeiro viajante da Companhia Descolonizadora. A intervenção em Itajaí, especificamente, foi acompanhada pela equipe do Salão Nacional de Artes e fortalece o combate às narrativas coloniais que são propagadas por meio das placas de sinalização, que omitem e ignoram nossos povos originários”, ressalta o artista proponente da intervenção.