MAB recebe primeiro lote com 14 obras renovadas


O Museu de Arte de Blumenau (MAB) recebeu nesta terça-feira, dia 14 de dezembro, as primeiras 14 obras do acervo encaminhadas para a substituição de chassis e molduras. O lote enviado no dia 30 de novembro para a renovação retornou higienizado. A iniciativa faz parte do projeto aprovado no 3º Prêmio Herbert Holetz, de autoria da Associação Blumenauense de Artistas Plásticos (Bluap), que ao final irá proporcionar a reforma de um total de 35 obras.

As 14 obras representativas do final do século XIX e meados do século XX, de autoria de Felix Steinbach, Frederico Guilherme Lobe, Heinrich Graf, Ludvig Emmerich, Postuchny, Renate Dietrich e S. Fischer, que migraram do Museu da Família Colonial para o MAB, passaram por tratamento e receberam novas molduras.

A gerente do MAB, Mia Ávila, explica que o projeto aprovado pela Bluap, além de evitar o comprometimento das obras pela ação de fungos e outros agentes nocivos, preservando importante patrimônio, viabilizará esse valioso material para estudo, pesquisas e exposições que serão programadas para 2022. “As obras apresentavam contaminação por agentes nocivos em suas molduras e chassis”.

O secretário de Cultura e Relações Institucionais (SMC), Rodrigo Ramos, parabenizou a Bluap pelo comprometimento com a preservação das obras. “Tal iniciativa contribui para a difusão da produção artística regional e nacional representadas no período que compreende o final do século XIX e meados do século XX”, concluiu.

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

postada em 14/12/2021 17:47 – 11 visualizações

Fotos

Comente com o Facebook