Xadrez de Criciúma encerra 2021 figurando entre os melhores de Santa Catarina


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A equipe de xadrez da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma/ACX-Criciúma/Unesc encerrou o calendário esportivo de 2021 com a conquista de 30 medalhas nos eventos da Fesporte e a participação em oito campeonatos estaduais e nacionais, além de representar o Brasil em um amistoso on-line contra Portugal e no XXXI Panamericano da Juventude.

Durante as Olímpiadas Estudantis Catarinense (Olesc), em Timbó, o município alcançou cinco medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze, garantindo o 6º lugar geral feminino e masculino no geral dos municípios. Já nos Joguinhos Abertos, foram 15 medalhas, cinco ouros, cinco pratas e cinco bronzes, conquistando o troféu de 2º lugar geral feminino.

Nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) os atletas criciumenses encerraram a participação com dois ouros, uma prata e três bronzes, ficando em 4º lugar geral feminino.

Em competições nacionais, o xadrez de Criciúma também esteve em destaque. Durante o XXXI Pan-Americano da Juventude de Xadrez, os atletas Alessandro Mathias Machado e Maria Clara Senger representaram o Brasil nas categorias Sub 14 e 16. Já no Festival Nacional da Criança (Campeonato Brasileiro da Categoria), Alessandro foi vice-campeão masculino no torneio SuperBlitz.

No projeto social, o xadrez foi levado às escolas municipais, através de integrações e a realização do 1º Internúcleo de xadrez, onde a Escola Hercílio Amante foi a campeã e a Érico Nonnenmacher ficou com a segunda colocação. “Foi um ano bastante desafiador, ainda assim, conseguimos avançar na implementação dos núcleos de iniciação da modalidade, e na conquista de bons resultados, em especial nos eventos da Fesporte”, ressaltou o coordenador da modalidade no município, Claudionor Pirola.

Para 2022, conforme o coordenador, a intenção é consolidar o trabalho realizado no rendimento e com projetos sociais. “Nós projetamos consolidar a modalidade no município, estruturando e ampliando os núcleos de iniciação”, finalizou.

“Nós chegamos ao fim do ano com grandes resultados para o esporte criciumense. O xadrez colocou o nome do município em evidência nos campeonatos que disputou. Além do trabalho social realizado com as crianças, onde elas aprenderam as técnicas e quem sabe no futuro podem se tornar um atleta da modalidade”, enfatizou o presidente da FME Criciúma, Neto Uggioni.

A equipe possui ainda o apoio do Nações Shopping e Librelato.

Comente com o Facebook