Programa SOS Bezerros intermediou doação de 270 animais no ano


A Secretaria de Desenvolvimento Rural de Chapecó intermediou doação de 270 bezerros em 2021, dentro do Programa SOS Bezerros, segundo informação do diretor de Agricultura e responsável pela pasta, Jonas Bringuenti.

O objetivo do programa é evitar o sacrifício de bezerros recém-nascidos. O programa consiste em intermediar a doação destes animais, beneficiando produtores interessados em cria-los e obter renda extra para a família. Atualmente a Secretaria de Desenvolvimento Rural tem cadastrado 45 produtores doadores de animais, e aproximadamente 200 famílias receptoras.

A partir do nascimento do animal, o produtor doador comunica a secretaria de desenvolvimento rural, um servidor da secretaria vai até a propriedade já com os brincos de identificação do animal e com o nome do produtor receptor definido, sendo que o receptor tem que ter cadastro na CIDASC (órgão de defesa sanitária animal).

Segundo Bringhenti, 90% destes animais são machos, já que para uma propriedade com a finalidade de produção de leite o nascimento de um bezerro macho é sinônimo de prejuízo, pelo alto custo de um animal que não é a finalidade da propriedade.

“Além de promover solidariedade entre os agricultores, o sacrifício destes animais gerava um passivo ambiental, já que muitos destes animais eram sacrificados e descartados no meio ambiente, contaminando os cursos de água” comentou Bringhenti. Desde que o programa foi criado em 2014, mais de 2,4 mil animais foram doados e 300 pequenos produtores foram beneficiados com o programa.

Comente com o Facebook