Pesquisadores de SC conquistam primeiras colocações em prêmio nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Santa Catarina foi um dos destaques no 1º Prêmio Confap de Ciência, Tecnologia & Inovação – Professor Francisco Romeu Landi. O Estado conquistou o primeiro lugar na categoria Profissional de Comunicação com Eonir Teresinha Malgaresi, jornalista da Epagri; o segundo lugar na categoria Pesquisador Destaque – Ciências Exatas e da Terra, com Aloisio Nelmo Klein, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); e o terceiro lugar na categoria Pesquisador Destaque – Ciências da Vida com o professor da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), Felipe Dal Pizzol.

Os três representantes catarinenses foram indicados pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e completam o quadro dos 18 finalistas que representam diversos estados brasileiros. O resultado foi divulgado durante o Fórum do Conselho das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap), em Foz do Iguaçu, no Paraná, nesta quinta-feira, 9.

O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, acompanhou a premiação e ressaltou a importância que o ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação de Santa Catarina tem para o país. “Para nós da Fapesc é uma honra termos três representantes num prêmio nacional que reconhece pesquisadores, empreendedores e aquelas que atuam na difusão da ciência, tecnologia e inovação do nosso país. São três profissionais que estão levando o nome de Santa Catarina para todo Brasil. Parabenizo a todos que receberam esta premiação, mas também a todos que concorreram e aos que fazem parte desta jornada que tem elevado o nome de Santa Catarina no cenário nacional”.

Eonir acompanhou de perto a divulgação do resultado e não escondeu a emoção ao ser reconhecida com o primeiro lugar na categoria Profissional da Comunicação, resultado de uma trajetória de 36 anos dedicados ao jornalismo científico, à difusão de conhecimentos gerados pelos pesquisadores, especialmente direcionados ao desenvolvimento sustentável do meio rural catarinense. “A pesquisa de Santa Catarina é fantástica e é necessário que a sociedade tenha conhecimento do que é produzido nos laboratórios, nas universidades e nas estações de pesquisas”, observa Eonir. “Valorizamos o que conhecemos e, nós, profissionais da Comunicação, temos o desafio cada vez maior de aproximar a ciência e a sociedade. Com uma linguagem simples, acessível, fazendo com que a população entenda a importância do resultado que chega até suas mãos”, completa a premiada.

O Professor Aloísio Nelmo Klein também acompanhou a cerimônia de premiação. Para ele, a ideia de premiar pesquisadores é um excelente incentivo para quem dedica uma vida toda à pesquisa. “Sempre que realizei meu trabalho não foi pensando em um dia ser premiado, mas o resultado acabou nos trazendo até aqui. Para mim, o mais importante é o capital humano, são as pessoas que passaram por mim”, afirmou o professor.

Informações adicionais para imprensa:
Francieli Oliveira
Assessoria de Imprensa
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC – Fapesc
E-mail: [email protected]
Telefone: (48) 3665-4812 / 9.9927-4159
Site: www.fapesc.sc.gov.br 


Maurício Frighetto
Assessoria de Imprensa
E-mail: [email protected]
Telefone: (48) 99932-4209
Site: www.fapesc.sc.gov.br 

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook