Chapecó confirma quarta posição no movimento econômico de SC


Uma portaria publicada neste mês pela Secretaria de Estado da Fazenda, confirmou Chapecó como quarta cidade de Santa Catarina em Movimento Econômico, tendo como ano base 2020, com valor de R$ 7,9 bilhões.

De acordo com o secretário de Fazenda e Administração de Chapecó, Moacir Rohr, o crescimento foi de 31,7% em relação a 2019, quando o movimento foi de R$ 6 bilhões.

“Contribuíram para este crescimento o agronegócio, principalmente o setor agroindustrial, que aumentou as exportações de suínos; o setor de combustíveis e a construção civil, pois na pandemia muitas pessoas fizeram reformas”, explicou o secretário.

Com isso o índice de participação do município no retorno do ICMS vai passar de 2,3345 para 2,5254. Do valor arrecadado o Estado fica com 75% e repassa 25% para o estado. Destes 25%, há uma distribuição igualitária de 15% do valor e, 85%, é distribuído conforme o índice de cada município.

“A expectativa é de um incremento de R$ 600 mil a R$ 700 mil mensais na arrecadação”, disse Moacir.

O prefeito João Rodrigues afirmou que, com os investimentos públicos e privados a expectativa é consolidar Chapecó entre as maiores economias do estado.

Confira a lista das maiores economias:

1º Joinvile- R$ 26.323.979.192,93

2º Itajaí- R$ 24.774.581.048,00

3º Blumenau- R$ 11.647.897.324,85

4º Chapecó- R$ 7.943.116.395,94

5º Jaraguá do Sul- R$ 7.552.917.800,83

6º Florianópolis- R$ 6.797.120.775,16

Comente com o Facebook