Ada se manifesta sobre ataques sofridos por defender passaporte vacinal


A deputada Ada de Luca (MDB) usou seu espaço durante a sessão desta quinta-feira (09) para falar sobre os ataques que vem recebendo de grupos contrários ao passaporte vacinal. Desde segunda-feira, Ada tem recebido uma série de ligações, mensagens e e-mails, de pessoas que se opõem ao posicionamento da deputada, que declarou ser a favor do documento.

Em sua fala, Ada de Luca destacou que por sua posição pública em favor do passaporte vacinal tem recebido palavras duras, ofensas e até mesmo ameaças. E frisou que o certificado de vacinação já é uma exigência utilizada em uma série de atos da vida civil, não exclusiva ao caso da vacina contra a covid. 

A deputada também deixou claro não se opor ao direito individual de cada um de não se vacinar: “Entendo que há muitas pessoas que se negam a receber a vacina pelas mais variadas razões e não é meu papel convencer ninguém a abrir mão de suas opiniões. Mas, neste caso, quem optar por não se vacinar, pode estar sujeito a sanções”.

A deputada lamentou, ainda, declaração recente do Ministro da Saúde, que colocou a liberdade como prioridade acima da vida. Ada criticou ao que chamou de “politicagem criada em cima da vacina” e reafirmou sua posição: “Minha posição a favor da vida, sempre. Vamos acabar com esse ódio e politização em torno destes temas”.

CAROLINNE POERNER
(47) 98473-0537

Comente com o Facebook