Itajaí atinge marca histórica de 11,4 mil novas carteiras assinadas somente neste ano


A Geração de empregos segue com altos índices de crescimento em Itajaí. No mês de outubro 1.256 pessoas foram contratadas com carteira assinada na cidade, conforme dados do Ministério do Trabalho. Isso representa 11,4 mil novas colocações ao longo deste ano. O saldo é o maior crescimento nas contratações da história do Município.

Além de um recorde, o número já supera a soma do total de vagas criadas ao longo dos últimos três anos. O setor de serviços segue contratando mais, quase metade das oportunidades com carteira assinada ocorreram nesse segmento. A indústria, o comércio e a construção civil vêm em seguida, respectivamente.

Com uma população estimada de 223 mil pessoas, aproximadamente, Itajaí tem 96,5 mil pessoas em empregos com carteira assinada, conforme o Ministério do Trabalho. O número de pessoas ocupadas, que não têm necessariamente registro formal, mas possuem uma profissão, é ainda maior: 103 mil (IBGE 2019).

“Já aguardávamos para um resultado muito bom tendo em vista o que vínhamos observando nos últimos meses. Com exceção de fevereiro, outubro foi o mês que mais contratou com carteira assinada. Esses bons números tendem a se tornar excelentes uma vez que muitas empresas devem seguir contratando nesse período de alta temporada e festas de fim de ano”, comenta o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itajaí, Thiago Morastoni.

O momento de grande recuperação deve impactar todos os setores de Itajaí, alavancados principalmente pelo crescimento da atividade portuária e do comércio exterior. O turismo tem perspectivas de uma ótima temporada com escalas de cruzeiros já confirmadas e incremento na ocupação hoteleira.

“A Secretaria de Turismo em parceria com a Feapi realizou, neste ano, uma capacitação específica para o setor hoteleiro, destacando os pontos turísticos da nossa cidade, a recepção de turistas de navios e o atendimento de modo geral. Foi muito importante para qualificar nossa rede, que conta com cerca de 3,7 mil leitos, e isso deve ser repetir no próximo ano em pelo menos duas oportunidades”, destaca o secretário. 

Comente com o Facebook