Secretaria de Educação e Univali firmam parceria em prol do meio ambiente


A Secretaria de Educação de Itajaí e a Universidade do Vale do Itajaí (Univali), através da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia, firmaram na tarde desta terça-feira (30) uma parceria para a implantação do projeto-piloto “Educação para Transformação – Meio Ambiente e Saúde”. A iniciativa vai trabalhar com alunos da Rede Municipal de Ensino questões ligadas à agroecologia, alimentação saudável, agricultura sustentável, economia e biodiversidade.

A partir do primeiro semestre de 2022 serão contemplados com o projeto a Escola de Campo Maria do Carmo Vieira, da Baía, e o Centro de Educação em Tempo Integral (CEDIN) Emílio Gazaniga Júnior, do bairro São Vicente. O projeto-piloto deve ser expandido para outras unidades de ensino ainda no próximo ano.

“Pretendemos trabalhar com os alunos da Rede Municipal de Ensino essa diversidade de temas, através de oficinas teóricas e práticas, com encontros quinzenais, dando suporte aos trabalhos que eles já desenvolvem nas hortas escolares e com apoio dos nossos bolsistas de extensão, que poderão, inclusive, colocar a mão na massa e auxiliar nos trabalhos relacionados ao projeto”, destaca a professora e coordenadora do projeto, Márcia Gilmara Marian Vieira.

Atualmente, mais de 50% das unidades escolares da Rede Municipal já contam com hortas escolares. Para a secretária municipal de Educação, Elisete Furtado Cardoso, esse projeto vai potencializar todo o trabalho que está sendo feito nas escolas municipais.

“Agradeço a universidade por ter escolhido a nossa rede para esse trabalho. Tenho certeza de que juntos promoveremos uma grande transformação na vida dos nossos alunos, professores e familiares”, afirma a secretária Elisete.

“Aliança pela Cultura Oceânica”

Durante o encontro da tarde desta terça-feira, o diretor da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia, Luis Carlos Martins, aproveitou para comunicar que Itajaí foi uma das quatro cidades do Brasil selecionadas para aderir ao programa do Ministério da Ciência e Tecnologia: “Aliança pela Cultura Oceânica”. No dia 07 de dezembro vai acontecer o lançamento oficial do programa, em Brasília, e o Município de Itajaí, que foi o primeiro da América do Sul a assinar o importante tratado de mares limpos promovido pela ONU, terá espaço para fala na abertura do evento.

“Penso que aqui em Itajaí temos um ótimo legado deixado pela Volvo Ocean Race e podemos, a partir desse programa, realizar uma série de seminários, eventos, oficinas, workshops, envolvendo alunos, professores da Rede Municipal de Ensino e formando, assim, multiplicadores para o fortalecimento da cultura oceânica”, pontua Luis Carlos Martins.

A Rede Municipal de Ensino já realiza uma série de ações voltadas à preservação e conservação da água e dos mares, como o “Educa Água” – projeto que alia remo, vela e educação ambiental; “O Mar Começa Aqui” – de preservação dos ecossistemas e da biodiversidade; “Menos Plástico, Mais Água” – que visa reduzir o uso de copos plásticos; e o “Remando pela Cidadania” – desenvolvido em parceria com a Associação Náutica de Itajaí (ANI). 

Comente com o Facebook