Joinville encerra participação no Jasc com 52 medalhas


No domingo (28/11), encerraram-se as disputas dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). Nesta 60ª edição da competição, Joinville ficou com a sexta colocação, com 73 pontos.

A delegação joinvilense conquistou 14 medalhas de ouro, 11 de prata e 27 de bronze. Troféus foram um de primeiro lugar (natação feminina), dois de segundo lugar (basquetebol masculino e tênis de mesa feminino) e cinco de terceiro lugar (atletismo feminino, basquetebol feminino, tênis de mesa masculino e tiro armas longas).

No último final de semana dos Jasc, Joinville garantiu o primeiro lugar para equipe de tênis de mesa feminino. No tênis de mesa feminino individual, ficou em segundo lugar e terceiro no masculino também individual. No basquete masculino, Joinville conquistou a segunda colocação. Também garantiu a terceira colocação no vôlei de praia masculino e no kumite/karatê por equipe.

Para André Mattos, secretário de Esportes de Joinville, o processo de retomada das competições esportivas tem sido valorizado na cidade.

“Conseguimos sediar a etapa regional dos Jasc e levamos para São José, na etapa estadual, uma delegação de aproximadamente 250 pessoas, 32 equipes em 19 modalidades. Estamos muito orgulhosos dos nossos treinadores e atletas, que não mediram esforços para nos representar brilhantemente”, comenta André.

Atleta revelação do Jasc

A atleta joinvilense Letícia Fassina Romão, de 17 anos, foi premiada como revelação do Jasc, recebendo a medalha “Rodolfo Sestrem”. Letícia, que está em sua quarta participação em um Jasc (o primeiro foi quando tinha 13 anos), conquistou na edição de 2021 três medalhas de ouro e uma de prata na natação.

Letícia foi primeiro lugar nos 200 metros costas, 800 metros livre (onde bateu o recorde, com o tempo de 09:01.51) e 400 metros livre. No 100 metros costas, ele ficou em segundo lugar.

“Foi uma honra eu ter recebido essa medalha de atleta revelação. Eu não esperava, fiquei muito feliz. Tem muitos atletas na competição, não imaginava que seria eu. Só tenho a agradecer a minha família e aos meus treinadores”, comemora a atleta, que começou a nadar com apenas oito meses de idade e participar de treinos aos oito anos.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Comente com o Facebook