Atrações do Festival Literário neste fim de semana contemplam todas as idades


O 4º Festival Literário de Itajaí (FLI) inicia nesta sexta-feira (26) e segue até 05 de dezembro com atividades presenciais e virtuais. Neste fim de semana e na próxima segunda-feira (29), o FLI terá oficinas, painéis, contações de história, apresentações culturais e outras atividades no ambiente digital, distribuídas entre transmissões no canal do YouTube da Fundação Cultural de Itajaí (youtube.com/fundaçãoculturaldeitajaí) e no perfil do evento no Instagram (@festivalliterariodeitajaisc).

No sábado (27), as atrações começam com duas contações de história para crianças: a primeira, às 15h30, com a autora e atriz, Mônica Longo, que apresenta “Um príncipe chamado Exupéry”; e a segunda, às 17h30, com a professora, artista, arte educadora e autora, Silvana Rocha, que conta o caso de “Caticipa: o Galo viajante”, ambas no YouTube da Fundação Cultural. Às 18h, no Instagram do FLI, tem bate-papo com a editora IpêAmarelo.

A programação volta para o canal do YouTube da Fundação Cultural com o painel “janelas coletivas” com Juliana Ben (Coletivo Abrasabarca), Luciana Tiscoscki (Coletivo Abrasabarca) e Alice Souto, sob mediação da produtora cultural Gika Voigt. À noite, segue no YouTube, com uma contação de história para adultos, às 21h, com a professora e autora,Kátia Nascimento, que apresenta “Rio das Pedras”. Após, a partir das 21h15, haverá o show “Coração Americano”, do músico Daniel Montero.

No domingo (28), tem novamente contações de história para crianças às 15h30 com a bibliotecária e contadora, Édina Calegaro, que apresenta “O caso do ovo de forma”, e às 17h com a atriz e autora,Caroline Carvalho, com a história “Passarinhos”. Às 18h, no Instagram do FLI, será transmitido um bate-papo com a editora Traços & Capturas. O painel da noite, “janelas da arte”, às 19h, reúne o jornalista e professor, Isaías Venera, e o autor, dramaturgo e letrista, Gregory Haertel, em uma conversa mediada pelo poeta Hang Ferrero, no canal do YouTube da Fundação Cultural.

O dia encerra com uma contação de história para adultos, às 21h, com a jornalista e escritora, Camila Lourenço, em “Blackout (duo)”, e a apresentação do espetáculo teatral “Uma Epifania, uma Tentação, uma Obscenidade”, do grupo Porto Cênico, às 21h15. Ambas ocorrem no canal do YouTube da Fundação Cultural.

No sábado e domingo acontecem ainda, em salas fechadas da plataforma Zoom, oficinas com autores renomados no Brasil para inscritos. Os encontros se repetirão ao longo da semana e do próximo fim de semana, reunindo escritores, professores, artistas e interessados de sete estados brasileiros e um participante da Bélgica.

Na segunda-feira (29), o FLI começa às 13h30, com uma mostra de vídeos no Instagram do evento e a exibição do vídeo poema Existência, de Paulo Motta. Já às 18h ocorre o bate-papo, também no Instagram do festival, com a Editora Rizoma. Às 19h, será realizado o painel “janelas identitárias”, com a rapper Dre Araújo, a autora Jeruse Romão e a mediação da afroartista e produtora cultural, Tayá, no canal do YouTube da Fundação Cultural. Ainda no Youtube, às 21h, acontece a contação de história para adultos com Érika Batista, seguida do sarau literário da editora IpêAmarelo, às 21h15.

Comente com o Facebook