CIEE apresenta relatório de atividades na Alesc


O presidente do Conselho de Administração do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Luiz Carlos Floriani, apresentou o relatório de atividades sociais da instituição em 2020 na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (25). A instituição atende 19,3 mil jovens em Santa Catarina com oportunidade de estágio e aprendizado.

A prestação de contas do CIEE na Assembleia Legislativa é feita anualmente. “Somos uma das maiores organizações sociais do país, presente em todos os estados da federação”, disse Floriani. Em Santa Catarina o CIEE atua de forma autônoma há 20 anos e está presente em todas as cidades, em 20 delas de forma direta. Entre os 19,3 mil jovens assistidos e acompanhados, 13 mil estão contratados como estagiários e 6,3 mil como aprendizes. “Outros 80 mil estão passando todos os anos pelo CIEE e temos um desafio de alojá-los”, alertou o presidente da instituição.

Floriani defendeu a importância do estágio como laboratório na formação dos jovens. “Se não tem experiência, o jovem não consegue emprego. Para o empresário, essa é uma forma barata de treinar e identificar perfil”, ressaltou.

O presidente convidou à tribuna três estudantes, Tatiane, Gabriel e Yasmin, que deram testemunho sobre a importância da oportunidade de estágio e os aprendizados recebidos no CIEE.

Desafio
O ano de 2020 foi o mais desafiador da historia do CIEE, de acordo com o gestor. Ele relatou que a equipe de assistência social e psicológica da instituição identificou que 495 famílias de beneficiários estavam passando fome em 2020 e durante cinco meses essas famílias receberam cesta de alimentos e de produtos de higiene pessoal. “Foram 50 toneladas de alimentos e higiene pessoal.” No final do ano, o conselho da instituição aprovou a criação de um programa chamado benefício eventual. “É inadmissível que um estado como o nosso aceite que haja famílias passando fome.”

O presidente informou, ainda, que no dia 10 de dezembro acontecerá em Joinville a inauguração da Estação Jovem Cidadão, uma unidade com quatro pavimentos especificamente preparados para apoiar, assessorar e qualificar os jovens para o mundo do trabalho.

“Contamos que divulguem o CIEE. Não permitam que jovens de famílias de baixa renda sejam discriminados e não tenham as mesmas oportunidades que os outros jovens”, finalizou Floriani.

O trabalho do CIEE foi reconhecido pelos deputados José Milton Scheffer (PP), Silvio Dreveck (PP), Ismael dos Santos (PSD) e Jerry Comper (MDB), que parabenizaram a instituição e seu trabalho.

Comente com o Facebook